Edição anterior (2510):
quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Ed. 2510:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2510): quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Ed.2510:

Compartilhe:

Voltar:


  Bem Estar Animal

Câmara Municipal aprova projeto de lei para incluir conteúdos de proteção, guarda responsável e direitos dos animais nas escolas de Petrópolis

 

Foto: Imagem de Ilona Krijgsman por Pixabay 

Na tarde de hoje (21) a Câmara Municipal aprovou um Projeto de Lei de autoria do vereador Domingos Protetor que pede a inclusão dos conteúdos de Proteção, Guarda Responsável e Direitos dos Animais nos programas curriculares da rede municipal de ensino de Petrópolis. 

A proposta tem como objetivo fortalecer os conceitos em relação ao meio ambiente, fauna, flora e biodiversidade. “O projeto busca sensibilizar os alunos e a comunidade escolar acerca destes temas, bem como valores éticos e humanitários que possibilitem atitudes de compaixão, solidariedade, respeito, senso de justiça, responsabilidade e dever de cuidar do planeta e de todos os seres vivos que o habitam”, explica Domingos Protetor.

O projeto indica que sejam apresentados os cuidados básicos que os animais necessitam, visando contribuir para o desenvolvimento de atitudes e pensamentos críticos dos alunos. Além disso, os professores deverão apresentar práticas pedagógicas, com materiais didáticos específicos, que envolvam conceitos relacionados à questão animal. “A intenção é incluir nas escolas valores humanitários para que seja quebrado o ciclo de violência contra animais, desenvolver noções sobre comportamento animal e sua interação com os seres humanos e apresentar conceitos básicos sobre os bichos de companhia e silvestres”, completa o vereador.

O texto aprovado também sugere que sejam ensinados às crianças a legislação e os direitos dos animais no Brasil e que sejam divulgadas as ações da Coordenadoria de Bem-Estar Animal através de palestras e oficinas. “Como protetor, já realizei diversas palestras em colégios e tive uma receptividade maravilhosa, tanto dos alunos e quanto dos professores, que em sua maioria amam e têm cuidado com os animais. Tenho certeza que as crianças irão se empolgar com esta matéria”, diz Domingos, informando, ainda, que tal projeto não terá custo para a Prefeitura, uma vez que os profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino serão capacitados pela Cobea. 

A estratégia proposta nesta Lei propõe tornar a escola um espaço reconhecido de educação para a proteção animal, servindo inclusive como ponto de campanha de vacinação, de adoção e de recolhimento de insumos doados aos animais carentes. Os colégios também poderão realizar palestras, ações educativas, oficinas, formações e disponibilizar cartilhas, folhetos, exposições, entre outros meios didáticos e pedagógicos, inclusive audiovisuais, para a melhor disseminação do tema entre pais dos alunos e jovens que residam em comunidade ao entorno da unidade escolar.

O projeto sugere, ainda, que seja realizada, anualmente, no mês de outubro, uma atividade de culminância dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos da Rede Municipal, em comemoração ao Dia Mundial dos Animais e da Semana Municipal de Proteção Animal. “Este Projeto de Lei, que é um dos tripés do nosso mandato, é de médio a longo prazo e pretende criar jovens conscientes da importância dos bons tratos e defesa dos animais. Só assim teremos adultos responsáveis e que darão o carinho e a dignidade que nossos animais merecem”, finaliza Domingos Protetor.



Edição anterior (2510):
quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Ed. 2510:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2510): quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Ed.2510:

Compartilhe:

Voltar: