Edição anterior (2512):
sexta-feira, 24 de setembro de 2021
Ed. 2512:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2512): sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Ed.2512:

Compartilhe:

Voltar:


  Turismo

Dois dos principais atrativos culturais receberam juntos mais de 100 mil visitantes no período da alta temporada 

 

Fotos: Alcir Aglio

Priscila Torquato – especial para o Diário

Petrópolis foi apontada pelo Ministério do Turismo como um dos destinos tendência para 2021, em lista divulgada no início do ano. Segundo a divulgação, “o estudo segue a tendência de comportamento identificada em viajantes após a pandemia de covid-19, tendo como base os principais sites de pesquisa do setor, além de publicações e dos destinos que se alinham à demanda do novo turista.” A alta temporada na serra chegou ao fim nesta quarta-feira (22) com o começo da Primavera. Dois dos principais atrativos culturais da cidade registram entre junho e 21 de setembro, 119.653 visitantes. Apenas no Museu Imperial (MI) foram 82.909 acessos contabilizados nos jardins e no palácio. O acesso ao completo só é permitido com agendamento prévio e na semana anterior à visita. “Ao entrar é necessário passar por uma barreira sanitária com aferição de temperatura. O uso de máscara cobrindo nariz e boca é obrigatório. As clássicas pantufas permanecem durante o passeio, e, para segurança dos visitantes, são higienizadas através de oxi-sanitização”, diz publicação no site da instituição. Em resposta ao Diário, o Museu Imperial informou que no momento não vai exigir a comprovação de vacinação para ingresso dos visitantes.

O Museu Casa de Santos Dumont, administrado pela prefeitura recebeu, no mesmo período, 36.744 visitas. “Há circulação limitada de pessoas de forma simultânea, o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento necessário de 1,5 metro entre os visitantes (no sentido de evitar qualquer tipo de aglomeração)”, informa a prefeitura.

 “Passaporte da vacina”

Desde o dia 15 de setembro que a cidade do Rio de Janeiro restringiu o acesso a pontos turísticos apenas para pessoas imunizadas contra a covid-19. De acordo com a prefeitura do Rio, a apresentação do comprovante de imunização é exigida em estabelecimentos e locais de uso coletivo, como academias de ginástica, estádios e ginásios esportivos, cinemas, teatros, museus, galerias e exposições de arte, convenções, conferências, entre outros. “Nosso objetivo é criar um ambiente difícil para aqueles que não querem se vacinar, que acham que vão se proteger sem a aplicação do imunizante e terão uma vida normal. Não terão. Vão ter dificuldades na hora de ter uma cirurgia eletiva, um programa de transferência de renda, e estarão impossibilitadas de terem lazer e trabalho sem se vacinar”, disse o prefeito Eduardo Paes.

 

Em Petrópolis os estabelecimentos tem autonomia para criar limitações de acesso aos clientes, mas o governo municipal não editou nenhum decreto ou emitiu orientações nesse sentido aos empreendimentos municipais. Dois grandes eventos, por exemplo, estão agendados para acontecer ainda este ano, no Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes em Itaipava. Com ingressos à venda, a organização de um dos eventos, divulgou nas redes sociais que vai exigir dos participantes a apresentação do comprovante de vacinação ou resultado negativo do exame PCR para covid-19 realizado até 48 horas antes do evento. Além disso, será obrigatório o uso de máscaras durante todo o evento. Já o outro evento agendado para novembro, também emitiu comunicado pelas redes sociais informando que até o fim de setembro, os organizadores avaliariam como estaria a situação da transmissão e vacinação no Brasil para confirmação ou adiamento dos shows.

A prefeitura informou ao Diário que “não há proibição de eventos, mas sim de aglomeração. Com o avanço da vacinação, eventos podem ser realizados, desde que com a adoção de protocolos e sem aglomeração. Cabe lembrar que cada solicitação está sendo analisada individualmente, levando em conta o decreto em vigor no momento da realização.”

 



Edição anterior (2512):
sexta-feira, 24 de setembro de 2021
Ed. 2512:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2512): sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Ed.2512:

Compartilhe:

Voltar: