Edição anterior (2510):
quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Ed. 2510:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2510): quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Ed.2510:

Compartilhe:

Voltar:


  INTERNACIONAL

Na ONU, Bolsonaro defende política ambiental do Brasil e ‘tratamento precoce’ contra Covid-19

'Respeitamos a relação médico-paciente na decisão da medicação a ser utilizada', afirmou o presidente sobre tratamento anti-Covid

 

Foto: Reprodução CNN Brasil
Rafaela LaraGuilherme Venagliada CNN em São Paulo
Atualizado 21/09/2021 às 12:11

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (21), durante discurso na abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU em Nova York, que o Brasil é referência em preservação ambiental. Ele também defendeu o chamado “tratamento precoce” contra a Covid-19, que não possui comprovação científica.

Tradicionalmente, o chefe de Estado brasileiro é o primeiro líder nacional a discursar neste evento das Nações Unidas. Conforme adiantou a CNN, o presidente abordou em seu discurso temas como o agronegócio brasileiro, o meio ambiente e as ações do governo federal no combate à pandemia.

Ao mencionar o combate à Covid-19, Bolsonaro destacou a campanha de vacinação brasileira e afirmou que o governo federal distribuiu mais de 260 milhões de doses de vacinas e “mais de 140 milhões de brasileiros já receberam, pelo menos, a primeira dose, o que representa quase 90% da população adulta”.

No púlpito da ONU, Bolsonaro também se posicionou contrário à adoção do passaporte de vacina. “Apoiamos a vacinação, contudo o nosso governo tem se posicionado contrário ao passaporte sanitário ou a qualquer obrigação relacionada a vacina”, disse.



Edição anterior (2510):
quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Ed. 2510:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2510): quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Ed.2510:

Compartilhe:

Voltar: