Edição anterior (2501):
segunda-feira, 13 de setembro de 2021
Ed. 2501:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2501): segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Ed.2501:

Compartilhe:

Voltar:


  Inclusão

Setembro Verde traz a importância da inclusão de PCDs

Ativista aponta avanços nesta temática nos últimos anos

 

Foto: Imagem de klimkin por Pixabay 

Wellington Daniel

Neste mês, é promovida a campanha Setembro Verde, que lembra a importância da inclusão de pessoas com deficiência. A iniciativa ocorre neste período, pois dia 21 de setembro é o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência. Em entrevista ao Diário, o ativista Douglas Mattos destacou que, desde o início da mobilização, em 2015, percebeu melhorias na acessibilidade e empregabilidade.

“Neste período, conseguimos muitas conquistas em Petrópolis, como melhor acessibilidade das pessoas com deficiência na cidade e de empregabilidade”, explicou Mattos, que também é um dos criadores do aplicativo BioMob, desenvolvido para auxiliar PCDs em locais acessíveis e vagas de emprego.

Desrespeito

Apesar dos avanços, ainda há problemas para estas pessoas. Um deles, é o desrespeito de pessoas em relação a vagas, filas e locais preferenciais para idosos e pessoas com deficiências. Nesta semana, ao perceber essa dificuldade, o vereador Marcelo Lessa (SD) apresentou um projeto em que pede que as placas de estacionamentos – públicos ou privados – com vagas destinadas a esse público tenham os números em que os utilizadores podem fazer denúncia de uso irregular.

“Com a disponibilização do número de telefone na placa sinalizadora da vaga especial, qualquer pessoa que observe a utilização inadequada do espaço, poderá denunciar imediatamente, a fim de que o responsável pela infração seja multado ou retire o veículo da vaga exclusiva”, explicou o vereador na justificativa.

A vereadora Gilda Beatriz (PSD) também apresentou uma indicação neste sentido, em que solicita a criação de um “Disque Denúncia”. Desta forma, o órgão fiscalizador deverá dispor de meios para receber a denúncia por fotografias que possibilitem a identificação do veículo e de que aquele local é reservado à pessoa com deficiência e idoso.

“Infelizmente, diariamente nos deparamos com pessoas estacionando ilegalmente em vagas reservadas e isso não pode mais acontecer. O Código de Trânsito Brasileiro nos traz a informação de que quem estaciona em vagas reservadas para idosos e deficientes comete uma infração gravíssima”, disse a parlamentar. 

Emprego

Na questão do mercado de trabalho, Mattos afirma que percebe muitas melhorias. “As pessoas estão tendo mais acesso às leis e ao mercado de trabalho, que está abrindo mais vagas”, disse. Apesar disso, ainda faltam vagas sênior, para cargos de liderança, como supervisão e gerência.

Pandemia

A pandemia prejudicou os encontros e eventos que costumavam ser realizados durante o mês. Devido a este período, as atividades são apenas online. Mattos também aponta que, a pessoa com deficiência se sentia desmotivada em sair de casa e ter um compromisso, devido as dificuldades encontradas. Isso vinha mudando, mas a chegada da covid-19 fez com que houvesse um certo retrocesso.

“A pandemia, a meu ver, atrapalhou um pouco esse movimento de inclusão, porque a pessoa com deficiência hoje tem que ficar em casa por um período muito maior, como o home office, por exemplo, e tem que se reinventar com isso”, explicou.

Apesar deste período, as empresas podem continuar investindo em acessibilidade. “Hoje, qualquer empresa pode adaptar usando a tecnologia, tendo elevador, uma rampa, um banheiro acessível, computadores para pessoa surda e diversas alternativas”, disse Mattos.

Um dos exemplos é a academia Körper. Em 2018, a rede inaugurou em Itaipava a primeira academia totalmente acessível de Petrópolis. O espaço conta com equipamentos especiais, corredores amplos, elevadores, estacionamento e banheiros adaptados.

"As pessoas com deficiência, principalmente os cadeirantes, sentem dificuldades em utilizar os aparelhos das academias convencionais. Esta academia, com uma estação voltada para acessibilidade, auxilia na inclusão, além de estimular a prática esportiva e hábitos saudáveis”, explicaram os empresários Anderson Bento, Michel Carneiro e Vinicius Carvalho.



Edição anterior (2501):
segunda-feira, 13 de setembro de 2021
Ed. 2501:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2501): segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Ed.2501:

Compartilhe:

Voltar: