Edição anterior (2501):
segunda-feira, 13 de setembro de 2021
Ed. 2501:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2501): segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Ed.2501:

Compartilhe:

Voltar:


  Turismo

Alta temporada de inverno movimenta o turismo em Petrópolis

 

Foto: Alcir Aglio

Wesley Fernandes – especial para o Diário

Com uma média de ocupação hoteleira variando entre 70% e 90%, dentro do que hoje é permitido por decreto (70%) o município de Petrópolis comemora os bons resultados obtidos durante a alta temporada neste período de inverno, que se encerra no próximo dia 22. Este ano, por conta da pandemia da covid-19, os principais eventos que ocorrem nesta época não foram realizados ou aconteceram de forma on-line. No entanto o friozinho da Serra e os pontos turísticos fizeram com que a cidade fosse apontada, pelo Ministério do Turismo, como um dos 22 destinos do país sanitariamente seguros, atraindo milhares de visitantes.

Com o controle das entradas e os hotéis e restaurantes seguindo rigidamente as regras sanitárias, foi possível fazer com que o setor se mantivesse atuante. De acordo com dados do Observatório Regional do Turismo, a média da ocupação hoteleira em julho, por exemplo, ficou em 61,34% (53,69% no Centro Histórico e 68,90 nos distritos), isso computados apenas finais de semana e feriados. Ou seja, bem próximo da ocupação máxima, que neste mês era de 70%. Os dados referentes a agosto ainda estão em análise.

"A Secretaria de Turismo procurou fomentar o setor no período, com a realização de festivais gastronômicos temáticos sobre as culturas existentes em nossa cidade, mas sempre mantendo um diálogo constante com o trade com relação à obediência aos protocolos recomendados. A vacinação avançou e isso possibilitou que tivéssemos uma temporada com resultados positivos para o turismo na cidade, com grande visitação aos parques e aos nossos atrativos turísticos", destacou o secretário de Turismo, Samir El Ghaoui.

Quanto aos atrativos turísticos, a visitação também ficou dentro das expectativas. Segundo dados da Prefeitura de Petrópolis, o Parque Cremerie, por exemplo, recebeu 15.383 visitantes durante o mês julho (férias escolares), sempre com a adoção das medidas sanitárias recomendadas, inclusive com a aferição de temperatura na entrada do parque. Já o Parque Municipal, em Itaipava, também teve uma grande procura, não só por turistas, mas principalmente pelas famílias petropolitanas.

Na avaliação do presidente do Petrópolis Convention e Visitors Bureau (PCVB), Fabiano Barros, o trabalho desenvolvido pelo trade turístico deu ainda mais conforto e segurança aos visitantes, garantindo o sucesso da alta temporada. “O trade turístico, aqui enfatizando bem a rede hoteleira e os bares e restaurantes, trabalharam de forma árdua já nas primeiras flexibilizações para seguir rígidas normas sanitárias. Distanciamento, novos protocolos de atendimento, funcionários treinados, cumprimento da ocupação máxima permitida.  Tudo isso fez com que a cidade fosse apontada, pelo Ministério do Turismo, como um dos 22 destinos do país sanitariamente seguros. Isso deu ainda mais conforto ao turista, em especial ao que vem de carro para a cidade”, explicou.

Fabiano lembra, ainda, que além dos tradicionais pontos turísticos situados nos centros urbanos, Petrópolis conta também com áreas de lazer ao ar livre, hotéis, pousadas e restaurantes em bairros mais afastados.  “Petrópolis tem também espaços amplos ao ar livre, para contato com a natureza e também muitos hotéis, pousadas e restaurantes pulverizados nos distritos e em áreas afastadas dos centros urbanos. Essa conjuntura fez com que o movimento fosse intenso, mas seguro para todos, não apenas para os turistas, mas para os funcionários, o que é muito importante”, disse o presidente do PCVB, acrescentando que “o caminho para uma recuperação plena de antes da pandemia ainda é longo, mas estamos no rumo certo. Petrópolis está se preparando para o ‘novo turismo”.

Quem também contribuiu para essa grande movimentação turística foi a tradicional Festa do Colono Alemão de Petrópolis. Conforme ocorreu em 2020, a Bauernfest foi realizada com programação totalmente on-line, com transmissões e vídeos nas redes sociais de danças folclóricas, curiosidades, concursos e atividades.

Além disso, esse ano, a festa esteve presentes nos estabelecimentos comerciais da cidade imperial. Mais de 70 estabelecimentos, entre cervejarias, bares, cafeterias, chocolaterias e restaurantes fizeram parte do “circuito gastronômico”. A novidade, além de movimentar a economia local, ajudou a atrai centenas de turistas de toda as partes do Brasil, que se deliciaram com as iguarias da culinária alemã.

Já o movimento nos restaurantes e bares — seguindo limitações de público e as regras sanitárias — aumentou em pelo menos 30%. Germano Valente, presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Petrópolis afirma que o inverno foi muito positivo para o setor, que sofreu muito com a pandemia em 2020.

“Alguns fatores contribuíram para o saldo positivo do período, como o avanço da vacinação contra covid-19, a alta do dólar e o fato de muitas fronteiras ainda estarem fechadas. Tudo isso favoreceu o turismo regional, ou seja, daquelas pessoas que moram mais próximas, como em cidades do Rio, São Paulo ou Minas Gerais, e que vem de carro para passar um fim de semana na cidade, por exemplo”, afirma.

Ainda de acordo com Germano, o inverno já é historicamente considerado alta temporada para o setor de hospedagem e alimentação, mas a expectativa é de que mesmo no verão, o setor continue registrando movimento superior ao que foi visto no ano passado.



Edição anterior (2501):
segunda-feira, 13 de setembro de 2021
Ed. 2501:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2501): segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Ed.2501:

Compartilhe:

Voltar: