Edição anterior (940):
quarta-feira, 07 de junho de 2017
Ed. 940:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (940): quarta-feira, 07 de junho de 2017

Ed.940:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Controladores recebem capacitação para atendimento ao usuário

60 controladores são treinados, parceria da prefeitura, Convention Bureau e Sinal Park

 

Trinta controladores de estacionamento participaram nesta terça-feira (06.06) da primeira parte da capacitação voltada ao atendimento aos usuários e turistas. O intuito é tornar esses profissionais agentes do desenvolvimento do turismo expandido suas virtudes e dando tratamento individual e exclusivo a cada cliente. A qualificação foi promovida pela turismóloga, Marília Mils, na sede do Sicomércio, na Irmãos D’Angelo. Na quarta-feira (07.06), a atividade será oferecida a outra turma de 30 pessoas e, na próxima semana, dias 13 e 14, será concluída a capacitação. Esta foi a primeira ação neste sentido e haverá ainda um treinamento especial para o atendimento na Bauernfest.

O encontro abordou conceitos como hospitalidade, qualidade, empatia, tolerância, satisfação, além da importância história de Petrópolis e sua vocação turística. A atividade foi proposta pelo Petrópolis Convention&Visitors Bureau (PC&VB) durante reunião com o prefeito Bernardo Rossi e do presidente da instituição Samir El Ghaoui, como forma de propagar ainda mais o potencial turístico do município.

“Hoje, qual é o papel do controlador no trato com o turista? É isso que estamos abordando. Eles são, muitas vezes, o primeiro contato que aquela pessoa que visita Petrópolis tem ao chegar no nosso município e, por isso, são importantes agentes de hospitalidade. São referências na hora de apontar um local para comer, um ou outro ponto turístico. Eles compreenderem esse papel é fundamental não só para a eficiência de seu trabalho aos olhos dos outros, para entender que são agentes importantes para o município”, explica Marília Miss.
Durante a capacitação, os controladores puderam fazer uma autocrítica sobre o próprio atendimento e elencaram educação, simpatia, paciência, clareza na explicação, autocontrole e atenção como aspectos fundamentais na hora do trato com o usuário. Eles também disseram que gostariam de ser tratados com mais respeito e educação, uma vez que estão desenvolvendo seu trabalho.

“A maneira como são tratados, muitas vezes, é alvo das reclamações dos controladores. As pessoas esquecem que estão lidando com pessoas e a educação é primordial para resolver qualquer problema”, explica a gerente de operações da Sinalpark, Fernanda Benevides. “A empresa entende que desenvolver nossa equipe é essencial para melhorar a qualidade do serviço e levar clareza na hora de informar o usuário sobre como o sistema funciona”, completa o diretor, Luiz Baltar.

Para o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Maurinho Branco, é imprescindível que o controlador recebe atualizações constantes para que possa atender não só o petropolitano, como o turista, de maneira efetiva. “Isso é importante para que não haja mal-entendidos quando os usuários pararem em uma vaga de rotativo. Estamos trabalhando na produção de material para auxiliar neste sentido. Nossa intenção é tornar esse serviço cada vez mais efetivo”, destacou.

 



Edição anterior (940):
quarta-feira, 07 de junho de 2017
Ed. 940:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (940): quarta-feira, 07 de junho de 2017

Ed.940:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior