Edição anterior (1647):
quarta-feira, 15 de maio de 2019
Ed. 1647:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1647): quarta-feira, 15 de maio de 2019

Ed.1647:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Doação de sangue equivale a uma modalidade esportiva no Jeups

Escolas que mobilizarem mais pessoas ganham a pontuação de uma modalidade


 A escola participante dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) que levar a maior quantidade de pessoas para doar sangue ganha pontuação equivalente a uma modalidade esportiva. A campanha já começou e segue até o dia 30 de setembro no Banco de Sangue Santa Teresa, no Bingen. O objetivo é abastecer os estoques do banco, que estão abaixo da média esperada. A reserva do sangue O+, que pode ser utilizado por pessoas com sangue A+, B+, AB+ e o próprio O+, está em nível crítico.

O Banco de Sangue atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o próprio Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito. Segundo Vinicius Paulo Neves Pereira, captador de doações, o banco recebe em média 50 doadores por dia e o ideal seriam 70 pessoas voluntárias.

“Como as escolas podem conseguir pontos com a doação, a gente acredita que a campanha vai aumentar o número de doações diárias. Neste período, por conta das gripes e resfriados, o número de doações são menores. A parceria pode contribuir bastante neste sentido”, disse Vinícius, garantindo que expectativa é de que a meta de doadores seja atingida com a ajuda das escolas.

“Os jogos estudantis mobilizam uma grande quantidade de pessoas, entre alunos, professores e familiares. Com a inclusão da doação como se fosse mais uma modalidade esportiva, valendo pontos dentro da competição, acreditamos que muita gente vai participar. O esporte também é uma importante ferramenta de solidariedade", destaca o prefeito Bernardo Rossi.

O Jeups neste ano bateu o recorde de escolas inscritas: 50. O maior número era de 2002 e de 2018, quando participaram 44 instituições. O regulamento deste ano permite que as escolas podem inscrever um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido dos colégios menores, que contam com menos alunos. Outra novidade é a criação do projeto Selecionados Jeups.

"Os jogos estudantis vão além da sala de aula, promovendo a integração entre os alunos e as escolas. Além da participação nos jogos, acontecem também os treinamentos, que são realizados no contra turno da escola. São atividades importantes, além da sala de aula, que contribuem também com o lazer dos jovens", explica Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer.

Um único doador pode ajudar até quatro pessoas com a bolsa de sangue. Isso porque o material colhido é separado e podem ser usadas plaquetas, hemácias, plasma e criopreciptado – cada um com uma função diferente. Como o tempo de armazenagem também varia (por exemplo, as plaquetas, usadas para coagulação, podem ser armazenadas por apenas cinco dias), é necessário que as doações sejam frequentes para atender toda a demanda.

Podem doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pesem mais de 50 quilos. Jovens de 16 a 17 anos também podem doar acompanhados dos responsáveis. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. Pessoas que fizeram algum procedimento, como endoscopia, só podem doar após seis meses da realização da intervenção. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – Ao lado do HST.

 



Edição anterior (1647):
quarta-feira, 15 de maio de 2019
Ed. 1647:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1647): quarta-feira, 15 de maio de 2019

Ed.1647:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior