Edição anterior (1556):
quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019
Ed. 1556:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1556): quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Ed.1556:

Compartilhe:

Voltar:


  Turismo

MercoSerra conquista apoio do Governo do Estado para fortalecer o turismo na Região Serrana

Criação de calendário unificado de eventos e solução para pesada carga tributária que acarreta problemas para o trade turístico

 

Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo terão auxilio do Governo do Estado na divulgação dos atrativos turísticos da região serrana. O apoio foi confirmado durante uma reunião do MercoSerra com o Secretário de Estado de Turismo, Otavio Leite, e os presidentes dos Conventions Bureau das três cidades. O Estado vai promover a região serrana durante o Rock in Rio e estudará a diminuição da carga tributária que dificulta voos internacionais e nacionais direto para o Rio e também o importo sobre o aluguel de carros de passeio.Os assuntos nortearam uma reunião ocorrida na última segunda-feira (11.02) na sede da Secretaria de Estado de Turismo.

     “A reunião foi intermediada pelo MercoSerra justamente com a intenção de aproximar as três cidades da Secretaria de Estado de Turismo, explicando as dificuldades enfrentadas pelos empresários do setor e mostrando o quanto o turismo da região pode atrair empresários e visitantes para o Rio de Janeiro. O encontro foi muito positivo e encontramos apoio para divulgação dos atrativos das três cidades chanceladas pelo Merco Serra”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Petrópolis, Marcelo Fiorini.

“O nosso objetivo foi o de requerer apoio para a participação do MercoSerra em feiras fora do Estado, para mostrar as belezas da nossa serra, conseguir um stand do MercoSerra no Galeão e mostrar o quanto o Estado pode ganhar com a redução das alíquotas dos impostos”, disse o presidente do MercoSerra, Luis Fernando Gomes.

A divulgação de um calendário unificado de eventos das três cidades – que está sendo elaborado pelo MercoSerra – recebeu apoio de Otávio Leite. “O governador tem o turismo como uma bandeira e estamos trabalhando para destacar cada região de acordo com os atrativos que oferecem. A ideia de integrar três destinos da Serra é ótima para fortalecer a atividade no Estado”, disse.

Uma das ideias do MercoSerra é a divulgação dos destinos em feiras fora do Estado, como 51º Encontro Comercial Braztoa em março, em São Paulo; 23ª feira de turismo da AVIRPR, em Ribeirão Preto, em agosto e feira da ABV, em outubro, em São Paulo. Na ocasião, o secretário de Estado de Turismo destacou que o MercoSerra pode estudar a possibilidade de participar do Slaão Estadual do Turismo que vai acontecer no segundo semestre no Pier Mauá, além do Rio Gastronomia.

“Ao conseguir espaço para divulgação dos destinos da região serrana em eventos importantes do turismo e também nos aeroportos, conseguimos destacar os atrativos da nossa cidade, rica em pontos históricos e com programações diversificadas para todos os públicos como a Bauernfest. Importante o apoio do governo do Estado e a articulação do MercoSerra na divulgação do trade turístico da região serrana”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A secretaria de Estado de Turismo pretende divulgar os destinos durante o Rock in Rio – evento que atrairá milhares de visitantes em setembro. “A ideia é a de colocar um link no site de compras de ingressos que direcionará os compradores de ingresso para uma página especifica com os atrativos da região serrana e a mensagem que será passada vai ser a de que os visitantes do Rock in Rio devem aumentar o tempo de estadia no Rio de Janeiro aproveitando para descansar após os shows, nas cidades da região serrana”, explicou Fiorini.

Redução de cargas tributárias

Outro assunto que recebeu a atenção do secretário foi a revisão de cargas tributárias que têm impacto negativo no setor turístico como o querosene de aviação. Segundo o MercoSerra, São Paulo e Paraná saíram na frente do Estado do Rio de Janeiro e diminuíram a alíquota do combustível e o resultado foi positivo para as cidades, com o aumento no recebimento dos voos nos aeroportos.

“A intenção é atrair novos voos para o Galeão. Atualmente a maioria dos voos internacionais estão desembarcando em Guarulhos e as pessoas que estão no Rio enfrentam dificuldades em conseguir voos diretos para destinos procurados como Nova York. O cenário mudou nos últimos anos. O Galeão perdeu mais de dois milhões de passageiros por ano e perdeu para outros aeroportos como Guarulhos e Congonhas. Ao reduzir o importo tenho certeza que alcançaremos novos voos e consequentemente, novos visitantes para o Rio de Janeiro. O mesmo se enquadra no importo sob o aluguel de veículos. Ao reduzir esse importo estimulamos o aluguem de veículos e atraímos mais visitantes para a região serrana”, demonstra Fiorini.

Também participaram da reunião os presidentes dos Conventions de Petrópolis, Samir El Ghaoui;  de Teresópolis,  Pedro Alves e de Nova Friburgo  Edson Almeida, além de Ricardo Martins; assessor especial da Secretaria de Estado de Turismo; Henrique Carregal, secretário de governo de Teresópolis e Silvia Guedon, secretária do MercoSerra.



Edição anterior (1556):
quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019
Ed. 1556:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1556): quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Ed.1556:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior