Edição anterior (1853):
sábado, 07 de dezembro de 2019
Ed. 1853:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1853): sábado, 07 de dezembro de 2019

Ed.1853:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Pavimentação da Vila Manzini está em péssimo estado

Felipe Queiroz

 

Moradores da comunidade Vila Manzini, localizada no Carangola, vem encontrando problemas relacionados à pavimentação da rua, que em diversos trechos estão com rachaduras e buracos. Os transtornos iniciam a partir do nº 271 e chega até meados do ponto final da linha 505, da viação Cascatinha. A falta de limpeza também é outro problema que os habitantes da área relatam. Segundo os mesmos, são cerca de sete meses sem nenhuma manutenção por parte do municio, seja por meio da capina ou de uma operação tapa-buraco.

Rodolfo Mendes, residente da região, disse que a falta de um reparo constante gera o desdobramento das situações, assim como, as últimas manutenções que não foram feitas para haver durabilidade.

- As obras devem ser feitas para evitar adversidades maiores e haver uma longevidade, infelizmente, não é o que vemos. A cada dia que passa, está ficando mais crítico. Eu parabenizo os motoristas dos nossos coletivos, porque eles têm muita coragem de estar subindo o morro, pois está realmente muito ruim – reclamou.

Rodolfo ainda complementou dizendo que já buscou auxílio dos responsáveis, porém, não recebeu o retorno desejado.

- Eu tive contato com um rapaz da secretaria de obras e ele me prometeu enviar uma equipe para vistoria. Estou no aguardo há algum tempo e mantendo a paciência, mas chega uma hora que não dá mais. Faz mais de um mês e nada. A via e o calçamento estão em estado péssimo. Já passou da hora de atenderem a nossa região – frisou.

Procurada, a prefeitura afirmou que o programa ‘Prefeitura Presente’ já promoveu 226 ações de aplicação de asfalto em 145 ruas de 40 bairros, em quase dois meses. O Carangola está sendo atendido com o serviço de tapa-buraco e a Vila Manzini deve ser atendida a partir desta sexta-feira (06) ou início da próxima semana. Os serviços de capina e remoção de entulho também já estão programados pela Comdep para a próxima semana. Vale lembrar que o despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos sobre ruas e calçadas é proibido pelo Código de Posturas do município. A destinação correta é levar o material para o aterro de Pedro do Rio. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e recebe multa de R$ 800.

A população pode ajudar a coibir o descarte irregular de entulho denunciando os casos para a Fiscalização de Posturas pelo telefone (24) 2246-9042 e para a Comdep pelo (24) 2292-9500. A Fiscalização de Posturas irá ao local para identificar os responsáveis pela irregularidade. A Comdep oferece o serviço de recolhimento gratuito de até 20 sacos de entulho por meio do serviço ‘Disque Entulhos’, onde os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 2243-7822.

 



Edição anterior (1853):
sábado, 07 de dezembro de 2019
Ed. 1853:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1853): sábado, 07 de dezembro de 2019

Ed.1853:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior