Edição anterior (1844):
quinta-feira, 28 de novembro de 2019
Ed. 1844:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1844): quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Ed.1844:

Compartilhe:

Voltar:


  PROCON

Procon dá dicas para compras online durante a Black Friday

 O coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

A Black Friday começa zero hora desta sexta (29.11) em várias lojas da cidade. O dia é marcado por muitas liquidações inspiradas nas grandes queimas de estoques feita pelo comércio americano, quando eles celebram o Dia da Ação de Graças. Além das lojas físicas, as promoções acontecem também pela internet e o Procon Petrópolis preparou uma lista de dicas para que a compra online seja mais segura e sem futuras frustrações. A fiscalização do órgão estará atenta para impedir cobranças extorsivas e evitar falsas propagandas no comércio da cidade.

Uma das orientações do Procon é que durante as compras, o consumidor esteja bem alerta quanto a possíveis fraudes. O órgão estará com três equipes espalhadas pela cidade, em tempo real para acompanhar e fiscalizar os estabelecimentos. A população deve ficar de olho em alguns pontos como a reputação de loja que vai comprar, a forma de pagamento escolhida, monitorar os preços para evitar ser enganado, preços muito inferiores do praticado no mercado, entre outros.

“ As ações de prevenção das fraudes do Black Friday acontecem de forma inédita na cidade. Somos os pioneiros nessas ações. Começamos a fazer o levantamento dos principais produtos no início do mês e temos tudo catalogado para fiscalizar as lojas também durante a madrugada de sexta. O objetivo é evitar possíveis fraudes aos consumidores”, destacou o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

Vai fazer compras na Black Friday? Confira as orientações:

    Observe se a loja é confiável. Sites como Reclame Aqui e listas negras dos PROCONs são ferramentas essenciais para o consumidor ficar mais atento em suas compras. Também é recomendável a pesquisa do CNPJ na Receita Federal para verificar a situação cadastral da empresa, se ela está ou não irregular, se sua atividade coincide com o que é apresentado on-line e se de fato, ela existe.

    Não disponibilize os dados para qualquer fornecedor. Se o consumidor receber uma mensagem com um link para um site desconhecido, ou que solicite seus dados pessoais, ele estará correndo risco de sofrer um golpe.

   Pesquise sobre os preços, condições e qualificações do produto. O consumidor deve sempre estar atento a todas as informações para que não seja surpreendido na hora da entrega, ou na hora do pagamento.

   Fique atento aos seus direitos. O Direito do Consumidor dispõe de dispositivos legais que são de extrema importância, principalmente na Black Friday. Por exemplo, segundo o CDC, no artigo 35, caso a empresa se recuse a cumprir com o que foi estabelecido, o consumidor pode decidir entre exigir o cumprimento forçado da obrigação, aceitar outro produto ou prestação de serviços equivalente ou rescindir o contrato com direito à restituição da quantia antecipada, monetariamente atualizada e perdas e danos. Outro direito importante é o Direito de arrependimento, disposto no artigo 49, que garante ao consumidor o prazo de 7 (sete) dias para cancelar a compra feita fora do estabelecimento, seja pela internet ou por telefone, com a garantia de restituição do valor total que foi investido.

   O consumidor deve estar a par de todos os passos de uma compra online. Primeiro, ao escolher o produto, aparecerão as opções de escolher a quantidade e cálculo do frete. O frete será calculado de acordo com a região do endereço de entrega. Uma dica é fazer diversas compras com um único frete. Vale mais a pena pagar somente por um valor do que gerar vários. As empresas também disponibilizam um espaço para colocar o código do cupom. Os cupons concedem descontos que serão abatidos do valor total do produto.

   Preste atenção na forma de pagamento. Alguns sites disponibilizam o pagamento em boleto, cartão de débito e de crédito. A maioria dos consumidores acabam optando pelo cartão de crédito, pois acaba sendo mais cômodo. Porém, novamente, o consumidor deve ter certeza absoluta que o site é confiável. O pagamento na forma parcelada geralmente costuma gerar um valor maior que o pagamento a vista. Isto porque o pagamento parcelado acarreta em juros pela quantidade de parcelas. Quanto mais tempo durar para efetuar o pagamento, maiores serão os juros.

   Postagens de “expectativa X realidade” são muito conhecidas na internet, quando a pessoa compra um produto e recebe outro totalmente diferente. Os selos de segurança são certificados concedidos aos sites para evitar possíveis fraudes ao consumidor. Eles conferem proteção de dados, melhoram transações com cartões de crédito e ajudam as empresas a aparecerem em primeiro lugar nas pesquisas online. Além disso, também valorizam a marca. Os sites com o selo de segurança apresentam um informativo na barra de pesquisa com o informe “navegação segura”, ou “conexão segura”. Se um site apresentar este aviso, o consumidor poderá navegar tranquilamente.



Edição anterior (1844):
quinta-feira, 28 de novembro de 2019
Ed. 1844:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1844): quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Ed.1844:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior