Edição anterior (1745):
quarta-feira, 21 de agosto de 2019
Ed. 1745:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1745): quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Ed.1745:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Programa de Revitalização de Políticas Públicas das Áreas Rurais do município é lançado no Bonfim

Projeto prevê a instalação de 423 fossas sépticas e filtros para o tratamento de esgoto

 

A primeira fossa séptica do programa de Revitalização de Políticas Públicas das Áreas Rurais do município já foi instalada no bairro Bonfim e marcou o lançamento do projeto, nessa terça-feira (20.08), com a presença do prefeito Bernardo Rossi. Iniciativa do poder público possibilitado através de uma parceria com o Inea, Ministério Público, Emater e Comitê Bacias do Piabanha, o programa tem como objetivo conscientizar a população sobre o destino correto do lixo e cuidado com a água, além de possibilitar a qualidade do recurso hídrico captado para o abastecimento da comunidade.

Dois bairros serão agraciados nesse primeiro momento pelo programa: Bonfim e Caxambu. O programa prevê a instalação de 423 fossas sépticas e filtros para o tratamento de esgoto.    

“O saneamento é qualidade de vida para as pessoas, e é importante a conscientização no meio rural. Também é essencial chamar a atenção sobre o uso correto do recurso pode auxiliar na economia como o aproveitamento de água da chuva para irrigação. Esse é o ponta pé do projeto que vai fortalecer o setor agrícola do município”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi durante o lançamento do programa.

Bernardo Rossi destacou, ainda, os benefícios do projeto para a cidade. “É um programa que beneficia toda cidade porque a água do Bonfim é utilizada pela população. Esse é um dos destaques do setor agrícola no município. Vamos realizar melhorias no Horto e implantar um polo técnico do Senar para proporcionar capacitação técnica para os produtores”, acrescentou.

Ainda de acordo com o poder público, o saneamento melhora o condicionamento da vida urbana e rural. “Isso porque proporciona o abastecimento público de água potável, drenagem urbana, uso correto do solo entre outros. Mais de 278 famílias da área serão beneficiadas”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Edmardo de Oliveira Campbell, superintendente Regional do Piabanha- SUPPIB-INEA salientou a participação dos moradores no processo. “A conscientização é importante e os moradores estão entusiasmados. O ponta pé do projeto começou no Bonfim e vamos acompanhar todo o processo”.

Nesse primeiro momento, Bonfim e Caxambu serão as comunidades beneficiadas. “Por critérios técnicos, e com intuito de melhorar a qualidade das águas captadas para o abastecimento rural e urbano, as comunidades escolhidas para iniciar o projeto são o Bonfim e o Caxambu, onde totalizamos 423 unidades de fossas a serem implantadas. A ideia não é a só a de colocar as fossas nessas casas, mas, também, de capacitar os moradores a usar corretamente esse instrumento que colabora com a preservação do meio ambiente”, explicou o diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares.

O projeto de saneamento Rural das comunidades do Bonfim e Caxambu prevê a instalação de um kit básico composto de fossas, filtros, tubos e conexões que perfazem o valor unitário de R$ 1.732,98 - que totaliza para as duas comunidades o valor de R$ 733.050,54. Vale ressaltar que, com a ajuda do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, foi destinado um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para aquisição de 122 Kit de fossas sépticas, o que vai ajudar a economizar o valor de R$ 156.404,00 no total geral de gastos para a implantação de fossas nas duas comunidades.

Para Flaviano Barcelos, presidente da Associação de Moradores do Bonfim, a ação representa a água pura, tão necessária para a comunidade. “Ter esse cuidado com o tratamento da água mostra o cuidado com a população, um benefício para todos os moradores. Estamos muitos felizes com essa ação”.

Marco Antonio Coelho, presidente da Associação de produtores do Bonfim, também destacou o impacto positivo na comunidade. “Há muitos anos esperávamos por esse auxilio que mudará a realidade da nossa área rural.

Também participaram do lançamento o vice-prefeito Baninho, o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, a subsecretária de Obras, Raquel Motta e o vereador Silmar Fortes.



Edição anterior (1745):
quarta-feira, 21 de agosto de 2019
Ed. 1745:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1745): quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Ed.1745:

Compartilhe:

Voltar: