Edição anterior (1679):
domingo, 16 de junho de 2019
Ed. 1679:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1679): domingo, 16 de junho de 2019

Ed.1679:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Servidão no Cantinho da Esperança sofre com falta de manutenção

Caminho desnivelado já causou acidentes e ausência de sistema de escoamento gera acúmulo de água

Antônio Reuther


 A falta de manutenção na Servidão 9, no Cantinho da Esperança, no bairro Atílio Marotti, tem causado riscos aos moradores da localidade. A dificuldade de locomoção em um caminho improvisado e falta de local para escoar as águas da chuva são algumas das questões que os residentes reclamam e solicitam ajuda.

Uma moradora, que preferiu não se identificar, informou que acidentes já aconteceram no local e que a preocupação toma conta dos residentes, visto que a passagem de idosos e crianças pela região é frequente. Além disso, a moradora disse que o local sofre em dias chuvosos, pois a ausência de canaletas faz com que a água da chuva tome conta do local, prejudicando os pedestres.

-Normalmente passam umas 15 pessoas por aqui. Moram muitos idoso e crianças, e isso preocupa demais a gente. Eu mesma já caí andando por ali. Não quero esperar que minha mãe de 53 anos ou meu padrasto de 60 anos caiam para que as providências sejam tomadas. Além desse problema, em dias de chuva, a grande quantidade de água que desce pela rua acaba molhando as pessoas da cintura para baixo, pois não há nenhum sistema de escoamento – disse.

Ainda de acordo com a moradora, os residentes têm improvisado para amenizar o problema de locomoção. A mesma informou também que obras foram realizadas no local há bastante tempo, porém não foram concluídas, deixando assim o trecho inacabado.

-Tentamos melhorar do nosso jeito, colocando barro e pedras só para haver um caminho, mas não ficou grande coisa. Deu bastante trabalho e não temos condições de fazer um serviço melhor. Nós mesmos somos responsáveis pelo serviço de capina. Há bastante tempo houve uma obra por aqui, mas não terminaram, deixando o trecho inacabado e no estado que se encontra hoje – informou.

Até o fechamento desta edição, a Prefeitura não respondeu aos questionamentos realizados.



Edição anterior (1679):
domingo, 16 de junho de 2019
Ed. 1679:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1679): domingo, 16 de junho de 2019

Ed.1679:

Compartilhe:

Voltar: