Edição anterior (2137):
quarta-feira, 16 de setembro de 2020
Ed. 2137:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2137): quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Ed.2137:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Sindicato dos Comerciários afirma que volta do comércio deve respeitar a semana inglesa

Lojas que quiserem abrir nas manhãs de segunda devem formalizar acordo

Jaqueline Ribeiro - especial para o Diário

 

Liberado pelo município para retomar as atividades em horário normal desde a última segunda-feira (14.09), depois de meses com restrições por conta da pandemia de covid-19, o comércio deve respeitar a Semana Inglesa que prevê que às segundas-feiras as lojas abram as portas somente a partir das 14h. O alerta é do presidente do  Sindicato dos Comerciários, Ernani Magalhães, que lembra que na sexta-feira (11.09) foi divulgado que o comércio voltaria a funcionar em horário normal, respeitando os horários previstos para o Centro e para a Rua Teresa. Mas é importante que as pessoas saibam que esta volta ao funcionamento normal, deve respeitar a Semana Inglesa.

 - Muitos associados e até mesmo comerciários não associados entraram em contato com o Sindicato querendo saber se acabou a Semana Inglesa então é importante que as pessoas saibam que não, não acabou a Semana Inglesa, ela continua valendo na cidade, pois está no dissídio coletivo da categoria - destaca Ernani Magalhães,que na segunda-feira acompanhado por outros membros da diretoria, esteve em alguns estabelecimentos, orientando comerciários.

O Sindicato destaca que a Semana Inglesa prevê que as segundas-feiras as lojas da Rua Teresa devem funcionar de 13h as 17h30 e no Centro, as lojas devem funcionar de 14h as 19h. O representante da categoria explica que empresários que tiverem interesse em abrir as lojas nas manhãs de segunda-feira, devem formalizar acordos.

 - No caso a semana inglesa foi flexibilizada na nossa ultima Convenção Coletiva. As empresas que quiserem flexibilizar tem que fazer acordo com os funcionários e homologar nos dois sindicatos. Fazendo isso o meio dia de folga pode ser dado ao funcionário de forma escalonada ou seja não obriga a fechar a loja as segundas pela manha ou aos sábados apos o almoço - pontua o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), Marcelo Fiorini   



Edição anterior (2137):
quarta-feira, 16 de setembro de 2020
Ed. 2137:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2137): quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Ed.2137:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior