Edição anterior (2423):
terça-feira, 29 de junho de 2021
Ed. 2423:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2423): terça-feira, 29 de junho de 2021

Ed.2423:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Vídeo mostra assaltantes invadindo residência de luxo no bairro Taquara

 

Câmeras do circuito interno de segurança flagraram o momento em que dois bandidos entravam em uma casa no bairro Taquara, no dia 26 de abril. Segundo investigação da 105ª Delegacia de Polícia, a quadrilha é especializada em assaltos a residências de luxo no município. Dois integrantes do grupo,  já foram presos, e outros dois - conhecido como Buiu ou FB da Mangueirinha, e Tilipe - estão foragidos. Todos tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Durante o roubo, os criminosos preocuparam-se em pegar as gravações das câmeras existentes na casa. No entanto, eles acabaram deixando parte do material em um carro que abandonaram na fuga. A polícia conseguiu recuperar parte das filmagens

De acordo com o delegado titular da 105ª DP, João Valentim Neto, no assalto do dia 26 de abril as vítimas tiveram prejuízo de cerca de R$ 300 mil. Os criminosos agiram com extrema violência e mantiveram as vítimas em cárcere privado.

No início de maio, três integrantes do grupo - assaltaram uma casa no bairro Independência. A quadrilha levou três carros, aparelhos eletrônicos e joias.

Segundo as investigações, o grupo planejava executar outros roubos na cidade de Petrópolis, e também um na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Os planos foram identificados pela delegacia de Petrópolis em conversas interceptadas com autorização da Justiça.

Na semana passada, policiais de Petrópolis ainda prenderam em flagrante um dos donos de um ferro velho em Duque de Caxias onde foi localizado parte de um carro roubado na residência do bairro Taquara, em 26 de abril. Nesta terça-feira, após conseguir uma determinação judicial, os policiais civis da unidade interditaram o estabelecimento.

Em março deste ano, a Polícia Civil prendeu, em Itaipava, outra quadrilha especializada em assaltos a residência. O grupo foi capturado momentos antes de praticar um roubo. As investigações começaram após os criminosos terem invadido uma casa em Itaipava em janeiro. Foram roubados R$ 300 mil em joias.

Segundo informações da polícia, a quadrilha roubava mansões no Rio e em Minas. o grupo agia com extrema violência, deixando as vítimas presas por longos períodos em cárcere privado e praticando tortura psicológica.



Edição anterior (2423):
terça-feira, 29 de junho de 2021
Ed. 2423:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2423): terça-feira, 29 de junho de 2021

Ed.2423:

Compartilhe:

Voltar: