Edição anterior (1922):
sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020
Ed. 1922:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1922): sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Ed.1922:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Abastecer em Petrópolis continua dando prejuízo: sétimo maior preço do RJ

Os dados são do último levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo em 32 municípios

Philippe Fernandes

A última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP) referente aos preços dos combustíveis em Petrópolis mostrou estabilidade no valor cobrado pelo litro da gasolina no município, que segue sendo de R$ 5,17. Com isso, Petrópolis é a sétima cidade com o maior valor entre 32 pesquisadas. O consumidor petropolitano pode encontrar o produto por um preço que varia de R$ 4,94 a R$5,34.

Como vem acontecendo nas últimas pesquisas realizadas pela ANP, o maior preço é o de Angra dos Reis: R$ 5,43 em média nas sete unidades pesquisadas na cidade do litoral sul-fluminense. Em seguida, aparece Cabo Frio (R$ 5,28), Três Rios (R$ 5,27), Barra do Piraí (R$ 5,26), Valença (R$ 5,21), Barra Mansa e São Francisco do Itabapoana (R$ 5,18) e Petrópolis.

Com a exceção de Três Rios, o preço cobrado pela gasolina em Petrópolis é maior do que em outros municípios da região e no entorno. Nova Friburgo, Duque de Caxias e Magé, por exemplo, seguem com um dos valores mais baixos de todo o Estado: a média do que é cobrado nos três municípios (R$ 4,95) é praticamente o menor valor registrado aqui. Em Teresópolis, o valor médio é de R$ 4,96; e na capital do Estado, R$ 4,97.

 Concorrência

Em Petrópolis, o menor valor foi cobrado pelo Borracheiro e Posto de Abastecimento de Itaipava, com valor de R$ 4,94 no dia 3, quando a ANP realizou o último levantamento. O valor é seguido de perto por outras duas unidades: Pio Monte, do Quissamã; e Ônix 1243, do Quitandinha (R$ 4,99). O NGF, de Corrêas, cobrou R$ 5,09 e o Maria Comprida, de Araras, R$ 5,17.

Conforme tendência já registrada em outros levantamentos, 11 dos 18 postos pesquisados tiveram valor de R$ 5,19: Bonsucesso, Enzo, Trevi e Alcatraz (os quatro em Itaipava); os dois Postos União de Corrêas; Vale do Samambaia; BR Coronel Veiga; Preditiva, do Centro; Ecorodo BR 040, em Araras; e Amarelinho, do Alto da Serra.

 Etanol

O valor médio do etanol também está alto, sendo o décimo primeiro maior do Estado: R$ 4,22, em média, com variação entre R$ 3,99 e R$ 4,49. Os dez maiores preços são de Cabo Frio (R$ 4,53); Barra do Piraí e Valença (R$ 4,52); Macaé e Angra dos Reis (R$ 4,50); Rio Bonito (R$ 4,49); Três Rios (R$ 4,45); Volta Redonda (R$ 4,41); Sapucaia (R$ 4,34); São Francisco do Itabapoana, Resende e Niterói (R$ 4,30), Saquarema (R$ 4,29) e Barra Mansa (R$ 4,26).

O menor preço do Estado é da vizinha Magé: R$ 3,88 pelo litro do álcool combustível. O segundo menor, em Friburgo: R$ 3,92. O terceiro mais em conta é de Teresópolis, com R$ 4,05 em média.



Edição anterior (1922):
sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020
Ed. 1922:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1922): sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Ed.1922:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior