Edição anterior (2088):
quarta-feira, 29 de julho de 2020
Ed. 2088:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2088): quarta-feira, 29 de julho de 2020

Ed.2088:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Abordagem de possíveis agentes da saúde preocupa população de Petrópolis

 Prefeitura informa que os mesmos podem ser reconhecidos por uniformes e crachás

Camila Caetano – especial para o Diário 

Neste período de confinamento, algumas pessoas têm se aproveitado da pandemia para praticar ações de má fé, como por exemplo, se passar por algum agente da saúde para adentrar na residência do cidadão, e assim realizar furtos e demais crimes. Esses tipos de casos têm deixado a população em estado de alerta pelo medo que sentem em serem vítimas dessas situações.

Em Petrópolis, nesta semana, a abordagem de possíveis agentes da saúde preocupou ao cidadão Teodoro Scagliusi, que mora na Avenida Getúlio Vargas, no Quitandinha. Ele diz que um rapaz e uma mulher bateram em sua porta dizendo que eram agentes da prefeitura, e estavam trabalhando numa campanha de prevenção contra dengue. Apesar de estarem com uniformes do município, antes de deixá-los entrar em sua casa, Teodoro pediu para que os mesmos apresentassem algum crachá ou credencial que comprovasse que os mesmos são funcionários da prefeitura, entretanto, isso não aconteceu e ele considerou a ação como suspeita.

- Bateram no meu portão, e eu atendi. Era um homem e uma mulher dizendo que estavam fazendo campanha de controle da dengue. Atrás do muro tinha uma outra pessoa, mas não consegui identificar. Fiquei assustado, pois ainda não vi a prefeitura divulgar em veículo nenhum que está fazendo esse controle. Pedi algum documento que comprovasse que os mesmos são agentes de saúde, mas eles não tinham. Não sei do que realmente se tratava, mas por via das dúvidas, não deixei entrar na minha casa – relatou Teodoro, assustado com o acontecimento.

O Diário questionou a prefeitura se há, realmente, um trabalho de prevenção à dengue acontecendo no momento, e o órgão confirmou reiterando que mantém seu trabalho de prevenção através de seus agentes comunitários, e agentes de saúde. Atualmente, existem equipes atuando em quatro bairros da cidade. São eles: Quitandinha, Mosela, Independência e São Sebastião.

Em nota, o município também informou que os agentes podem ser identificados através de crachás e uniformes da prefeitura durante todo o desenvolvimento de seu trabalho.



Edição anterior (2088):
quarta-feira, 29 de julho de 2020
Ed. 2088:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2088): quarta-feira, 29 de julho de 2020

Ed.2088:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior