Edição anterior (1961):
terça-feira, 24 de março de 2020
Ed. 1961:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1961): terça-feira, 24 de março de 2020

Ed.1961:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Aceita um convite em tempos de Covid?

Psicóloga se solidariza em ajudar sociedade durante pandemia

Camila Caetano – especial para o Diário


 O surto da Covid-19 tem causado muitos efeitos negativos em diversas esferas da sociedade e, sobretudo, no psicológico da população, consumida pelo medo de contrair o novo coronavirus e pelos impactos negativos que a pandemia causará no mundo.

Tendo em vista os altos níveis de estresse e ansiedade causados pelo momento em que vivemos, a Psicóloga Terapeuta Cognitivo-Comportamental e Neuropsicóloga, Isabella Gelli, se solidarizou e está compartilhando experiências através das redes sociais para ajudar a população nesse momento tão desolador. A essa iniciativa, ela deu o nome de “Aceita um Convite em Tempos de Covid?”

Isabella conta que diante desse cenário que o mundo vem passando, observou que os níveis de estresse e de ansiedade das pessoas que a circundam dispararam consideravelmente, já que estão emocionalmente fragilizadas e vulneráveis, sem saber como cuidar de sua saúde mental neste momento. Observou também um iminente aumento dos índices de ansiedade e depressão. Assim, sentiu-se compelida a se colocar a dispor da população e contribuir neste momento, em que precisamos de união e solidariedade.

- Nas últimas semanas, todos nós estamos vivendo uma realidade sem precedentes. No primeiro momento, nós, brasileiros, começamos a acompanhar a disseminação do coronavirus sem muito entendimento da gravidade da situação, fazendo piadas e desvalorizando os riscos. Com o agravamento da situação na Europa e os primeiros casos no Brasil, essa realidade começou a mudar e a preocupação passou a ganhar mais espaço. Na última semana, com a eclosão da Covid-19 no Brasil, os ânimos mudaram. Nossa vida passou por transformações radicais e temos lidado com um contexto inédito – diz a psicóloga.

Segundo ela, além dessa realidade inesperada, a Covid-19,  trouxe também um  medo muito grande de que nós ou alguém amado possamos contrair o vírus, fazendo-nos temer ainda mais pelas nossas vidas. Contudo, também tem feito com que um clima de insegurança contamine o ar.

- O novo coronavirus também trouxe consigo a insegurança para os empresários, o receio de não conseguir pagar as contas para os autônomos, a dificuldade de concentração para os que precisam trabalhar em home office, a falta de tempo para as mães e pais que precisam conciliar o teletrabalho com o cuidado super presencial com os filhos, agora sem escola. O tédio pra outros, a preocupação com a equipe médica, que precisa continuar mantendo seu trabalho, a limitação do ir e vir, a obsessão com higiene e limpeza para muitos, e a angústia do isolamento e da reclusão social. Fora a incerteza de todos sobre o futuro do mundo quando isso tudo acabar – diz Isabella, comovida.

A partir daí, a psicóloga teve a ideia de usar as redes sociais para contribuir nesse momento tão desolador, pois consegue alcançar um número considerável de pessoas respeitando as recomendações do isolamento social. Assim, surge o “Aceita um Convite em Tempos de Covid?” um convite que podemos aceitar num momento em que os demais convites precisam ser recusados.

Para isso a psicóloga criou perfis no Instagram e no Telegram, espaços virtuais em que ela utiliza para colocar estratégias de como lidar com este momento e torná-lo mais suportável, permitindo sua interação com o público.

- Quero um espaço onde as pessoas possam interagir comigo, comentar e me dar um feedback. É um ambiente virtual para vermos que estamos todos no mesmo barco e que é normal estarmos aflitos e angustiados com tudo o que está acontecendo, mas que não precisamos passar por isso sozinhos – diz a profissional, e complementa:- no Instagram, estou escrevendo textos sobre os pontos que acho pertinentes ou sobre temas que venham a ser solicitados por alguém, usando os recursos dos stories e dos comentários para interagir com os seguidores. Já no Telegram, estou gravando áudios comentando de forma mais detalhada os assuntos tratados em cada postagem no Instagram – destaca Isabella, disposta a fazer o bem.

Vale ressaltar que os posts não pretendem substituir um acompanhamento psicoterapêutico, de maneira que as pessoas devem buscar ajuda profissional sempre que sentirem necessidade.

De acordo com a psicóloga, algumas estratégias para melhorar o bem-estar emocional são:

1) Estabelecer uma rotina estruturada;

2) Focar em viver um dia de cada vez;

3) Manter contato social através dos meios que temos disponíveis, principalmente a chamada de vídeo;

4) Evitar o excesso de informações;

5) Alimentar-se adequadamente, beber água, dormir bem e se exercitar;

6) Manter ou buscar ajuda profissional se sentir que o desconforto emocional está fora da sua capacidade de manejo.

No Instagram e no Telegram, os convites podem ser encontrados como @aceiteumconviteemtemposdecovid. Ou, através dos links https://instagram.com/aceiteumconviteemtemposdecovid?igshid=rhxmftikcmh8, https://t.me/aceiteumconviteemtemposdecovid.



Edição anterior (1961):
terça-feira, 24 de março de 2020
Ed. 1961:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1961): terça-feira, 24 de março de 2020

Ed.1961:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior