Edição anterior (1848):
segunda-feira, 02 de dezembro de 2019
Ed. 1848:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1848): segunda-feira, 02 de dezembro de 2019

Ed.1848:

Compartilhe:

Voltar:


  Segurança

 

 

Ações da Polícia Militar resultam em queda de índices de criminalidade

Roubos de rua tiveram redução de 47% no último trimestre de 2019

Leticia Knibel – especial para o Diário

Em entrevista ao Diário de Petrópolis, o Major José Zeumo (foto), do 26º Batalhão de Polícia Militar de Petrópolis, apresentou o balanço parcial de 2019, sobre os índices de criminalidade do município. Ao longo do ano, a corporação, sob o comando do tenente-coronel Marcelo Bernardo, traçou novas estratégias e ampliou as ações no município, obtendo resultados positivos no combate ao crime.

Segundo Zeumo, entre janeiro e novembro deste ano, houve redução de 22% no roubo de rua (que engloba transeuntes, celulares e coletivos), em comparação com o mesmo período de 2018. Já em relação ao penúltimo trimestre de 2019, o índice apresenta queda de 47% (também quando comparado ao ano anterior). No semestre, o número registrado chega a menos 54%.  

- Nós refizemos o planejamento de ação, principalmente no Centro da cidade, cujas maiores ocorrências eram de roubo de rua, modificando o baseamento das viaturas e dos roteiros das viaturas, refizemos o esquema de aplicação do RAS (Regime Adicional de Serviço) nos períodos de maior demanda – com seis viaturas, implantamos a Rep 3 (revista) a transeuntes e motoristas e investimos ainda no choque de ordem. Além disso, intensificamos as operações de combate ao tráfico, que se tornaram diárias – destaca Zeumo.

Outro dado que chama atenção é a redução de registro de roubo de veículos. “No segundo semestre foram apenas três ocorrências, o que reduz em quase 100% a prática criminal, em comparação com o ano anterior”, destaca o Major. As ações da Polícia Militar ainda impactaram diretamente nos crimes de letalidade violenta, que também tiveram queda de quase 100% (em relação a 2018).

- As ações de combate ao tráfico têm consequência direta nas outras práticas criminais. Quando aumentamos os números de prisões e apreensões, acabamos inibindo furtos e roubos de rua, principalmente nas áreas de mancha da cidade. Por isso, é essencial intensificarmos cada vez as operações para evitar que o quadro se agrave, prevenindo, principalmente, a entrada de armas de grosso calibre no município – destaca o Major.

De acordo com os dados da Polícia Militar, houve aumento de 83% nas apreensões de cocaína, quando comparado com o mesmo período de 2018. Já o número de presos e apreendidos, envolvidos com o tráfico de drogas, apresentou acrescimento de 15%, também fazendo o comparativo ao ano anterior.

- As fiscalizações também acontecem nos principais acessos a cidade, no entanto, ao contrário do que muitos pensam, é possível chegar ao município por diferentes vias. Por isso a Polícia também atua de forma estratégica, realizando blitz e outras operações, visando o combate ao tráfico – explica o militar.

Parte desses resultados também tem relação com o trabalho que a Polícia Militar faz junto à comunidade. Por meio do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), a corporação conscientiza a população mais jovem sobre os riscos trazidos pelo o envolvimento com entorpecentes.

Somente no primeiro semestre de 2019, o projeto formou 845 alunos da rede municipal de ensino, cursando o 5º período, e com idade entre 10 e 12 anos. Vale ressaltar que o Proerd é realizado durante todo o semestre, com agentes da PM especializados, junto a escola selecionada. Durante o trabalho, são abordados temas como prevenção ao uso de drogas, questões sobre violência, bullying, entre outros.

- Temos uma aceitação muito boa junto aos participantes, levando sempre atividades e palestras para prevenir, desde cedo, qualquer envolvimento desses jovens com tráfico, pois não tendo usuário, não há venda de drogas – destaca o Major, que ainda revela ver no tráfico de drogas o maior desafio para a corporação. “Diariamente fazemos não só apreensão de drogas, mas também de usuários, que é muito grande. Por isso atuamos de forma intensiva para evitar que a situação se agrave”.

Outra ação realizada pela Polícia Militar é o Choque de Ordem Escolar, feito em conjunto com a Ronda Escolar, visando o combate ao tráfico e pequenos delitos no entorno das instituições de ensino.

Operação Natal

Para o Natal Imperial deste ano, o Major Zeumo destaca que a Polícia Militar conta com o reforço de 10 policiais, que já estão atuando na cidade e permanecerão durante todo o período de festas, principalmente no Centro Histórico. Além disso, a operação de Choque de Ordem será intensificada, principalmente nas ruas 13 de Maio e Nelson de Sá Earp. E também das revistas a motoristas e transeuntes.

- Com o aumento do número de turistas e também de petropolitanos na rua devido ao período de festas, é essencial a ampliação da atuação da polícia, não só para aumentar a segurança, mas também para coibir qualquer prática criminosa, principalmente no Centro Histórico, que recebe a maior parte desses públicos – ressaltar Zeumo.

Balanço 2019

- O ano de 2019 foi bem produtivo, principalmente em relação a redução de roubos de rua e veículo, por serem os fatores que mais impactam diretamente a população. E para 2020 esperamos melhorar ainda mais nosso trabalho, sempre contando com o apoio de todos os órgãos do município. Visando melhorar ainda mais os dados obtidos com nosso trabalho – conclui o Major.

 

 



Edição anterior (1848):
segunda-feira, 02 de dezembro de 2019
Ed. 1848:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1848): segunda-feira, 02 de dezembro de 2019

Ed.1848:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior