Edição anterior (1643):
sábado, 11 de maio de 2019
Ed. 1643:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1643): sábado, 11 de maio de 2019

Ed.1643:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Adolescente é vítima de estupro coletivo na Posse

Menina, de 13 anos, teria sido abusada por quatro homens

Uma adolescente de 13 anos teria sido estuprada por quatro homens na Estrada nossa Senhora de Fátima, no Morro do Querosene, na Posse, na noite da última quarta-feira (8). Segundo a Polícia, ela foi à casa de um amigo e, ao chegar lá, teria ingerido bebidas alcóolicas e passado a noite no local. Quando voltou para sua residência, ao meio-dia do dia seguinte, contou para a mãe que foi abusada pelos quatro homens que estavam na casa.

A mãe da jovem acionou a PM, que foi até a casa do suspeito, momento em que três dos quatro homens fugiram. Um deles, de 20 anos, foi detido e levado à 106ª Delegacia, onde alegou ter apenas observado o ato.

Os outros suspeitos serão ouvidos e o caso está sendo investigado com sigilo na Delegacia de Itaipava. A menor realizou exame de corpo de delito ainda na quinta.

Há três semanas, uma tentativa de estupro causou comoção, também na Posse. Um homem, de idade não informada, agarrou uma menina de apenas 11 anos e tentou estuprá-la, sendo flagrado por uma mulher que passava, que pegou um pedaço de pau e se aproximou, chamando a atenção de populares, que tentaram linchar o acusado.

O caso aconteceu no dia 25 de abril, na altura do km 3,5 da Estrada Silveira da Motta, às 13h50. A Polícia Militar foi acionada e chegou no momento em que o homem era agredido por pessoas que estavam no entorno.

Ele foi preso e levado à 106ª Delegacia, onde foi constatado que o mesmo estava embriagado, fato confirmado pelo acusado, que, segundo testemunhas, já teria tentado agarrar outras mulheres.

O homem estava muito nervoso e agitado, e precisou ser contido pelos policiais na Delegacia. Ao ser interrogado, ele admitiu ter tentado agarrar a menina. A vítima, ao prestar depoimento, informou à polícia que o acusado deixou bem claro que queria estuprá-la. Ele foi autuado e preso.

Cidade tem média de 12 casos de estupro por mês

O alto número de casos de estupro mostram que esta é uma triste realidade a ser combatida em Petrópolis. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), ocorreram 132 casos entre janeiro e novembro de 2018. Nos onze meses do ano passado, a média foi de 12 registros nas duas delegacias por mês. E o número pode ser ainda maior, porque muitas pessoas, por medo ou vergonha, não denunciam este tipo de crime.

O número representa um crescimento de 5,6% nos primeiros onze meses do ano passado, na comparação com o mesmo período de 2017 - quando foram registrados 125 casos de estupro em Petrópolis.

Em 2018, o maior número de registros aconteceu em junho: 19 ocorrências. O menor, em novembro: apenas três casos. Em janeiro, 13 situações do tipo foram levadas às delegacias; em fevereiro, 7; em março, 11; em abril, 17; em maio, 10; em julho, 14; em agosto, 13; em setembro, 14; e em outubro, 11.

 



Edição anterior (1643):
sábado, 11 de maio de 2019
Ed. 1643:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1643): sábado, 11 de maio de 2019

Ed.1643:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior