Edição anterior (2018):
quarta-feira, 20 de maio de 2020
Ed. 2018:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2018): quarta-feira, 20 de maio de 2020

Ed.2018:

Compartilhe:

Voltar:


  ALERJ

Alerj aprova convênios do Estado com costureiras para produção de máscaras durante a pandemia 

O governador Wilson Witzel tem até 15 dias para sancionar ou vetar um projeto de lei que autoriza o Estado Rio a firmar convênios com associações e cooperativas de costureiras para a fabricação de máscaras de tecido para a população, e aventais para médicos e enfermeiros. O projeto de lei 2338/2020 foi aprovado em sessão virtual pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) nesta terça-feira (19/05).

A proposta da deputada Rosane Felix (PSD), que tem coautoria de Anderson Alexandre (SDD), Vandro Família (SDD), Marina Rocha (MDB) e outros 23 deputados, estabelece a distribuição gratuita dos equipamentos de proteção individual para a população. As despesas para execução da lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias do Poder Executivo, suplementadas se necessário.

Segundo a deputada Rosane Felix, a sanção e regulamentação da lei é necessária para o Estado incentivar a microeconomia local, gerando renda à categoria, além de contribuir para amenizar as deficiências na distribuição de máscaras para a população em geral, e máscaras e aventais para médicos e enfermeiros. “Muitas costureiras estão sofrendo com a falta de renda. A aprovação desse projeto dá esperança a muitas famílias, precisamos gerar emprego, movimentar a economia”, afirma Rosane Felix.

“O Estado do Rio de Janeiro não tem capacidade produtiva para a confecção de máscaras em quantidade suficiente para toda a população. Então é muito importante remunerar costureiras, que já vem trabalhando voluntariamente. Estaremos ajudando economicamente as pessoas e atuando na prevenção ao coronavírus”, afirma o deputado Anderson Alexandre.

O convênio deve assegurar aos profissionais remuneração igual ou superior ao valor do piso estadual da categoria de “Trabalhadores de Costura e Estofadores”. Para celebração do convênio poderão ser priorizadas as associações e cooperativas de costureiras registradas no Cadastro Nacional de Empreendedores Econômicos Solidários (Cadsol). 



Edição anterior (2018):
quarta-feira, 20 de maio de 2020
Ed. 2018:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2018): quarta-feira, 20 de maio de 2020

Ed.2018:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior