Edição anterior (2058):
segunda-feira, 29 de junho de 2020
Ed. 2058:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2058): segunda-feira, 29 de junho de 2020

Ed.2058:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
ALEXANDRE MACHADO
COLUNISTA

 

Cultura, charme e história! Após o sucesso da última coluna, mais leitores, moradores ou visitantes, declaram seu amor a Petrópolis! Em breve, os turistas estarão novamente circulando pela nossa Cidade Imperial! Viva Petrópolis!

 

 

“Ah Petrópolis... Como eu amo a minha terra natal! Essa cidade que respira história me fascina. Caminhar pelas ruas do Centro Histórico é uma verdadeira aula, não só da história do Brasil e da cidade, como também da arquitetura muito rica! Ainda temos uma vegetação intacta com a mata atlântica exuberante e abundante nas nossas várias montanhas. Um clima agradável e uma gastronomia diferenciada de fazer inveja. Aliás, quando estou fora daqui, em algum congresso ou simplesmente passeando, adoro dizer que sou de Petrópolis, pois percebo que muitas pessoas adorariam morar aqui!

Tenho muitas recordações felizes da minha infância e adolescência aqui. Tenho também uma alegria imensa de ter criado minhas filhas com qualidade de vida e ensino, além de poder trabalhar e morar nesta cidade tão linda! Um verdadeiro privilégio!”Lídia Chimelli (Dermatologista)

 

 

“Minha paixão por Petrópolis começou no final de 1976, quando o amigo paulista Antônio Carlos Sales, que trabalhava  na recuperação de uma empresa têxtil em Cascatinha, me disse que o oftalmologista da clinica São Pedro tinha saído e logo comecei a vir uma vez por semana depois do meu horário no Hospital Central da Aeronáutica onde servia como oficial médico.

Com  o aumento do número de pacientes montamos o primeiro serviço de oftalmologia (Centro Oftalmológico de Petrópolis), com início em 2 de janeiro de 1978. Em 1992 evoluímos para a Clínica de Olhos Dr. Tannure, na Rua Dr. Nelson de Sá Earp, após dois anos de restauração do primeiro imóvel tombado. Em dezembro de 1999, com a clínica já consolidada, adquirimos o imóvel na Avenida Ipiranga, cuja reforma e restauro demoraram quatro anos e sete meses, sempre com orientação do Iphan, inaugurado em fevereiro de 2005, incluindo nesta planta, um avançado Centro Cirúrgico Oftalmológico.

Em 2018 adquirimos o imóvel ao lado (casa amarela) que estava em estado muito ruim e estamos aguardando orientação do Iphan para fazer mais uma restauração de um patrimônio histórico tão importante para nossa cidade e que será anexado à nossa sede atual, que a partir de 2019  se tornou o Hospital de Olhos Dr. Tannure, que conta hoje com cerca de 200000 pacientes cadastrados de todo o país, sendo credenciado por várias entidades, inclusive pela Rio Transplantes para realização de transplantes de córnea.

Poderia encher a coluna do Alexandre e continuaria faltando espaço para dizer a todos que o prazer de ver um bem histórico restaurado e se tornar útil, supera qualquer dificuldade (e não são poucas) pelas quais se passa para chegar a um final tão gratificante e  feliz.”  Guilherme Tannure (Oftalmologista)

 

 

“Não existe um motivo específico que define minha paixão por Petrópolis, posso dizer que é um contexto, começa desde belas paisagens e vistas, proporcionadas pelo pôr do sol em um final de tarde no inverno e das diversas possibilidades de contato com a natureza, até a arquitetura colonial que embeleza ainda mais a cidade.” Matheus Meira (Advogado)    

 

 

 “Meu amor pela cidade começou logo após a tragédia da Região Serrana de 2011, quando trabalhei nas Operações do CBMERJ. Passado um ano mudei para cá com a família, pois já percebia inúmeras qualidades na cidade que poderíamos desfrutar.A tranqüilidade da cidade, o ritmo de vida e a hospitalidade foram marcantes para que eu morasse em Petrópolis. Por mais que as pessoas que venham apenas visitar a cidade e se encantam apenas com um dia, viver na Cidade Imperial é um privilégio.

Privilégio esse que vai desde um simples café na padaria onde as pessoas te chamam pelo nome, até a forma como nós bombeiros militares somos tratados após cada emergência que atendemos.

Dia desses, já como Comandante do 15º GBM, fomos a um incêndio florestal próximo à Comunidade 24 de Maio. Lembro bem que era um domingo e chegamos ao local por volta das 15h e terminamos o combate às chamas por volta das 21h. Quando estávamos acabando o combate, sujos e exaustos saindo do mato, tinha uma senhora bem idosa, com uma garrafa de café. Tinha feito um café para a guarnição que desde cedo trabalhava ali para protegê-los. Esse espírito eu só conheci aqui.

Quantos familiares voltam à unidade para agradecer ao salvamento de um parente, um atendimento e um combate a incêndio! Isso aumenta muito nossa responsabilidade enquanto bombeiros.

Não se compara o clima da cidade, o olhar das pessoas e a tranqüilidade que se vive aqui! Isso faz as pessoas viverem melhor e bem independente dos problemas que todas as cidades do mundo têm. Mas aqui conseguimos ver nos olhos das pessoas a felicidade e orgulho de se viver em Petrópolis.

No meu caso específico é uma honra poder morar e servir a cidade. Em tratar o cidadão bem, em melhorar todos os dias os processos de atendimento para que todos àqueles que necessitem do nosso socorro, tenham o melhor atendimento possível. Por isso luto e trabalho todos os dias.” (Ten. Cel. Gil Correia Kempers Vieira - Comandante do 15º GBM – Petrópolis)

 

 

“Como petropolitano sou suspeito em falar de minha cidade, a beleza de uma cidade projetada e com uma arquitetura rica, seu clima agradável, e ainda nos dias de hoje, conseguimos andar nas ruas em segurança, sem medo de assalto, como diz o hino da cidade: Quem pensa que é feliz em outra terra é porque ainda não viveu aqui..." Marcelo Santos (Arquiteto Urbanista)

 

Curtas

*Aniversariando hoje, o renomado cardiologista Dr. Nélio Gomes Junior.

*Amanhã, dia 29, vamos lembrar com muito orgulho a chegada dos colonos alemães. Graças a eles, nossa cidade se desenvolveu e se tornou uma das mais belas do mundo.

*Gustavo Rabelais (leia-se Rabelais Paisagismo) está finalizando um belíssimo jardim no condomínio Vale do Barão.

*Grande sucesso no Facebook, o grupo Flashback Petrópolis Anos 70, 80, 90 e 2000. Já atingiu 32 mil membros! 

 

Novo baby

O querido casal de advogados, Jordani Fernandes e Mariana Rabello, aguardam a chegada de mais uma herdeira, com previsão de nascimento para o início de dezembro. Eliza é o nome escolhido pela irmã mais velha, Maria Teresa.

 

Anuário do Museu

Para comemorar seus 80 anos de atividades, o Museu Imperial de Petrópolis publica seu Anuário, restabelecendo, após décadas de interrupção, a veiculação de estudos que utilizam o acervo histórico e artístico, preservado no Palácio Imperial, como fonte de pesquisa. No dia 30, durante a live de lançamento, às 19h, a versão eletrônica da publicação será disponibilizada no portal do Museu Imperial. Um convite à leitura!

 

Professor Maurício Vicente Ferreira de Souza, diretor do Museu Imperial de Petrópolis

 

Delícias da Fátima

Vale conferir durante a Bauernfest Virtual, as delícias do Empório Bürger Arte & Gastronomia, comandado pela professora Maria de Fátima Mendonça. São produtos embalados com muito capricho, entre eles, cucas típicas alemães de vários sabores, tortas, biscoitos doces e salgados, empadas, empadões, pães doces e salgados, bolo pé de moça alemã... É só encomendar através do Whatsapp (24) 98806-6127.

 Mãos de Fada: Maria de Fátima Mendonça fazendo sucesso com suas delícias artesanais

 

Direito

Ana Tereza Basílio, vice-presidente da OAB- RJ promove uma live com advogadas de vários estados do país (todas, vice-presidentes de Seccionais da OAB) dia 30 de junho, com o tema “Advocacy em direito das mulheres e violência doméstica".A transmissão será às 19h, pelo Canal do YouTube, de Ana Tereza Basílio.

 

 

 Roberto Gaviole e sua namorada Beatriz Maia ilustrando a coluna dominical

 

Cotidiano                                                      

O jovem fotógrafo João Maurício Marques enviou para a coluna mais fotos de registros que tem feito pela cidade durante a pandemia. Confira!

 
 
 


Edição anterior (2058):
segunda-feira, 29 de junho de 2020
Ed. 2058:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2058): segunda-feira, 29 de junho de 2020

Ed.2058:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior