Edição anterior (2370):
sexta-feira, 07 de maio de 2021
Ed. 2370:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2370): sexta-feira, 07 de maio de 2021

Ed.2370:

Compartilhe:

Voltar:


  Estado

Alunos da Faetec devem voltar a receber cestas básicas até a próxima semana 

Foto: Reprodução da Internet | Texto: Buanna Rosa

 

Prazo foi divulgado pela Fundação em audiência pública conjunta das comissões de Educação e Ciência e Tecnologia

Até a próxima semana os alunos da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), que sofrem com escassez de alimento em casa, terão direito à cesta básica fornecida pela instituição. A informação foi divulgada pelo presidente da Fundação, João Carrilho, durante reunião das Comissões de Educação e de Ciência e Tecnologia, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), realizada nesta quinta-feira (06/05), que analisou as iniciativas pedagógicas implementadas pela Faetec, de 2020 aos primeiros meses de 2021.

A última vez que os alunos receberam cesta básica da instituição foi no dia 04 de agosto de 2020, segundo a diretora da Escola Técnica da República, Cláudia Marques.

"Tenho pais de alunos que desde agosto me procuram para pedir comida. A gente já avançou muito, mas essa questão precisa ser resolvida. Aluno de barriga vazia não consegue estudar. Tenho 423 alunos que dependem dessas cestas", alertou Marques.

Em resposta, Carrilho - que está à frente da Faetec desde dezembro - afirmou que já foi realizada a licitação para o fornecimento das cestas básicas. "A questão alimentar dos nossos alunos é a nossa prioridade. Vamos regularizar a distribuição das cestas aos estudantes com hipossuficiência ainda em maio, no máximo na próxima semana", frisou Carrilho.

O presidente da Comissão de Educação, deputado Flávio Serafini (PSol), lembrou que o direito de alimento é uma garantia consolidada por lei aos alunos.

“Não podemos deixar que esse atraso nas cestas se perpetue ou se repita.. Ela reforça o vínculo dos alunos com a escola", ponderou o parlamentar.

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Alerj, Waldeck Carneiro (PT), concordou com a fala de Serafini e acrescentou a necessidade da realização de novas reuniões com a Faetec para discutir questões atreladas aos profissionais da rede. "Proponho já marcar uma nova rodada de reunião em 60 dias", sugeriu o parlamentar.

Falta de estrutura

Entre os problemas que a instituição enfrenta está também a precariedade dos laboratórios técnicos. No entanto, Carrilho antecipou que foram liberados este ano R$10 milhões de recursos disponibilizados às unidades da Fundação para descentralizar ações e oferecer condições que facilitem o desempenho das atividades, que também vão ser aplicados na melhoria dos laboratórios.

Segundo a Faetec, poucas turmas foram comprometidas com a mudança do modelo de aula presencial para o remoto, sendo o ensino superior o que menos sofreu com a mudança. O diretor disse ainda que o Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) foi fundamental para auxiliar os professores nesse novo modelo.

"Ao todo, 90% dos alunos da Faetec estão com acesso à plataforma dos conteúdos e, no ano passado, o sistema computou mais de um milhão de acessos. Neste ano, até o final de abril, o site já registrava mais de 200 mil acessos. A Fundação Cecierj nos ajudou muito com os repositórios de conteúdo. Conseguimos com materiais deles preencher as trilhas de aprendizado na educação fundamental da Faetec", apontou João Carrilho.

O deputado Serafini considerou que as respostas foram insuficientes. "A inclusão digital precisa ser mais precisa e queremos números mais detalhados desse panorama. Muitos professores e alunos ainda reclamam do serviço. Não temos dúvidas de que a decisão de manter as aulas remotas é a correta, mas precisamos oferecer ensino de qualidade para os alunos", afirmou o parlamentar.

Carrilho informou às comissões que as bolsas de estudo estão em dia. "O processo de pagamento demora um pouco, pois a folha de pagamento fecha no dia 28 de cada mês e leva um tempo para compensar. Mas os bolsistas de abril vão receber na próxima semana já o valor referente ao último mês", concluiu o presidente da Faetec.
 



Edição anterior (2370):
sexta-feira, 07 de maio de 2021
Ed. 2370:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2370): sexta-feira, 07 de maio de 2021

Ed.2370:

Compartilhe:

Voltar: