Edição anterior (2254):
segunda-feira, 11 de janeiro de 2021
Ed. 2254:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2254): segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Ed.2254:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
ARISTÓTELES DRUMMOND
COLUNISTA

 

 

O CINEMA EM  PETROPOLIS

 

            Os mais antigos conheceram excelentes cinemas que Petrópolis teve, criados pelo Grupo Severiano Ribeiro.

No Brasil, infelizmente, as empresas familiares dificilmente chegam a uma terceira geração, e mais de um século com sucesso e em constante aprimoramento. Problemas de sucessão ou gerencial, inércia, fizeram com que, no Rio, fossem muito poucas as com história de harmonia e presença nacional.

Esse é o caso do Grupo Severiano Ribeiro, o maior exibidor de cinema do Brasil, hoje presente em quase todo território nacional,desde o Amazonas,  com oferta superior a 70 mil assentos. Fundado em Fortaleza por Luiz Severiano Ribeiro, em 1910, teve continuidade com o Luiz Filho e agora com o Luiz Neto, que vem de completar 70 anos, e mais de meio século na empresa onde teve seu único emprego e recebeu o bastão do pai.

 

Empresa familiar, já com muitos acionistas, portanto, LSR se mostrou executivo hábil, austero, prudente, correto e com o talento para reformular conceitos, como a saída das salas das ruas para os shoppings, onde sua marca Kinoplex é líder. E ainda dando à cidade contribuições como agora o Centro Empresarial Luiz Severiano Ribeiro, no Leblon, o mais moderno edifício da cidade, em projeto do imortal arquiteto André Piva.A fachada preserva aquela de um dos mais emblemáticos cinemas da cidade, o Leblon. O controle acionário é da família, que sempre apoiou a inovação que o mercado exigia e a direção vem executando.

 

Esse exemplo tem respaldo na forma de educar das três gerações da família; criados com responsabilidade, respeito mútuo e a certeza de que sobreviver e crescer passa pela união, comando respeitado, correção com o público, colaboradores, acionistas e a sociedade, no cumprimento das leis e obrigações. Uma verdadeira corrida de obstáculos.

 

Luiz Severiano Neto consolidou a confiança do pai e da família quando, há quase meio século, constituiu família com Gloria Trussardi, filha deste casal exemplar, de São Paulo e do Brasil, Marici e Romeu, ele um empresário de sucesso, que presidiu a Associação Comercial de São Paulo, presente na indústria e no comércio e Marici, que aos oitenta anos movimenta das redes sociais centenas de milhares de pessoas com sua mensagem de fé, esperança e fé. É considerada a mãe exemplo das famílias brasileiras. Romeu também teve sucessão competente em seus  ligados ao setor têxtil e da moda. Gloria é uma referência no ativismo católico e de solidariedade social, no Rio, agindo sempre com a maior discrição.

 

Quando se defende os valores da família, como instrumento de uma sociedade mais justa, progressista, fraterna, com ética e moral ilibadas, é com  exemplos como esses.

 

 O sucesso empresarial não afeta comportamentos, não alimenta vaidades, não estimula aventuras imprudentes na economia. Pé no chão, fé em Deus e muito trabalho. Assim as três gerações agiram.

 

No momento em que o Prefeito Eduaddo Paes se prepara para reagir a decadência da cidade, um exemplo como a do Grupo Severiano Ribeiro, que nem a pandemia fez frear investimentos relevantes, é um exemplo. Uma empresa moderna se consolida na qualidade, na responsabilidade social e no exemplo de seus dirigentes.

O mercado observa!

 



Edição anterior (2254):
segunda-feira, 11 de janeiro de 2021
Ed. 2254:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2254): segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Ed.2254:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior