Edição anterior (1667):
terça-feira, 04 de junho de 2019
Ed. 1667:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1667): terça-feira, 04 de junho de 2019

Ed.1667:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Bate-papo: alunos da Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello participam de encontro musical

Músico e compositor Guto Menezes deu dicas sobre a carreira musical

 

“Para se aprender música é necessário estudar. Estudar muito, prestar atenção nos sons e no tempo da música”. A frase, do músico Guto Menezes, representou algumas dicas que foram passadas aos alunos do curso de violão da Casa da Educação Visconde de Mauá, durante os ensaios da Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello nessa segunda-feira (03.06).

“Já toquei vários tipos de música, nunca tive preconceito, mas muita vontade de aprender. Fiz vários cursos, estudei e continuo estudando muito. O músico deve estar sempre atento.  Aprender música não é fácil, mas, com dedicação e estudo, tudo é possível no universo musical”, disse Guto Menezes.

No encontro, o músico, que também é e professor de musicalização, cavaquinho e violão, ressaltou as vantagens da carreira musical. “Conheci muitas pessoas, aprendi muitas coisas e resolvi me dedicar a música por paixão. Não foi fácil, quase fiz uma faculdade de engenharia, mas, o cavaquinho me convenceu a seguir essa carreira e acho que todos podem ser bem-sucedidos nessa escolha, desde que o aprendizado nunca termine”, comentou.

A Orquestra Jovem de violões Raphael Rabello, iniciativa da produtora Bem Cultural produções em parceria com a Casa da Educação Visconde de Mauá, tem como objetivo ensinar violão para crianças e jovens, como forma de homenagear Raphael Rabello, petropolitano e um dos maiores violonistas do Brasil de todos os tempos, falecido precocemente aos 32 anos no ano de 1995. Raphael Rabello participou de concertos e gravações com famosos músicos brasileiros, como Tom Jobim, Ney Matogrosso, Zé Ramalho, Jacques Morelenbaum e Paulo Moura, João Bosco e também instrumentistas internacionais, como Paco de Lucia.

Durante o bate papo com os alunos, os professores das turmas de violão da Casa da Educação, Lucas Gotelip e João Pedro Gomes acompanharam Guto e os alunos nas dicas com o instrumento.

“Para os alunos da Orquestra é de suma importância ter a oportunidade de troca com músicos profissionais e suas histórias, porque acende uma esperança de que o caminho que resolveram trilhar com seus instrumentos é igual a de outras crianças e jovens que cresceram e tornaram-se realizadores de seus sonhos. Os alunos ficam maravilhados e atentos a cada palavra. Toda oportunidade de mostrar o diferencial dessa orquestra que fortalece a base de nossa juventude é válida”, afirma João Pedro Gomes, professor da orquestra.

Guto Menezes tem graduação em Licenciatura em Música. Sua formação inclui cursos com Hermeto Pascoal (prática de conjunto), Luciana Rabello (cavaquinho), Jayme Vignolli (cavaquinho), Cláudio Daulsberg (harmonia), Zé Menezes (cordas dedilhadas), Maurício Carrilho (harmonia e violão), César Nascimento (percussão maranhense), Bia Paes Leme (percepção e harmonia), Adamo Prince (percepção e solfejo) Mauro Senise (prática de conjunto), José Roberto Leão (violão 7 cordas), João Felippe (cavaquinho e guitarra), entre outros.

Os pais que tiverem interesse em matricular os filhos nas aulas de violão na Casa da Educação Visconde de Mauá devem entrar em contato com a direção da casa através do telefone 2246-8661. A Casa da Educação fica na Rua Barão do Rio Branco, 03.



Edição anterior (1667):
terça-feira, 04 de junho de 2019
Ed. 1667:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1667): terça-feira, 04 de junho de 2019

Ed.1667:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior