Edição anterior (2135):
segunda-feira, 14 de setembro de 2020
Ed. 2135:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2135): segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Ed.2135:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Biblioteca solidária é criada por advogada petropolitana e beneficiará o Projeto Grão

Thaciana Ferrante – especial para o Diário

 

 

Thaciana Ferrante

Crise, demissões, mortes, isolamento e tristeza. Dois mil e vinte tem sido assim. Para enfrentar esta situação, além das medidas de segurança, muitas pessoas têm tido ideias para ajudar o próximo e principalmente, manter a mente sã. Uma delas foi criada pela advogada petropolitana Patrícia Ventura Dias Morais Marinho. Ao perceber que dentre os estabelecimentos fechados ao longo deste período estava um livraria, que ela antes costumava frequentar surgiu o desejo de criar uma biblioteca solidária. O projeto estará em funcionamento já próxima segunda-feira (14).

O novo mundo literário funcionará no escritório da advogada e beneficiará todos que desejarem viajar no mundo das histórias. Além disso, Patrícia aliou outra ação ao projeto. “Quem quiser pegar um livro emprestado deverá deixar 1kg de alimento não perecível, que será revertido imediatamente para o Projeto Grão”, explicou a advogada. Vale ressaltar, que desde 2017 o Projeto Grão realiza ações para atender 150 crianças e seus familiares, da Creche São Charbel, no Caxambu. Outras ações sociais também são organizadas pelo grupo ao longo do todo ano para atender pessoas em vulnerabilidade social.

Neste primeiro momento todos os 200 livros arrecadados são oriundos de doações feitas por amigos e familiares da advogada, e também por pessoas que simpatizaram com a ideia. “O próprio Projeto Grão nos doou muitos livros. Então nada mais justo que de início focarmos em ajuda-los. É importante lembrar que qualquer pessoa será muito bem-vinda doando livros ou alimentos. E claro, frequentando a biblioteca para aprender e se divertir com os nossos títulos”, disse animada.

Os livros estarão disponíveis na página do Instagram do escritório da advogada. O objetivo é facilitar os leitores a escolherem os exemplares que lhes interessam, sem perder muito tempo na biblioteca, tendo em vista que a pandemia provocada pela Covid-19 continua. Além disso, é importante frisar que os livros deverão ser devolvidos à biblioteca após usados.

“Esse projeto surgiu em um momento delicado para todos nós. Eu acredito muito na educação. Tive a oportunidade de estudar em boas escolas, fiz mestrado em direito na cidade de Nova Iorque, e pude conhecer como a educação transforma as pessoas. Eu adorava frequentar as bibliotecas, que em alguns casos, tinham até escada rolante de tão grandiosas que são. Com esse projeto desejo passar um pouco da minha experiência e do meu conhecimento para os outros”, contou emocionada.

Dentre os títulos mais famosos que a biblioteca já possui está “O Caçador de Pipas, de Khaled Hosseini, “Minha fama de Mau”, de Erasmo Carlos, “O diário de Bridget Jones”, de Helen Fielding, “Labirinto”, de Kate Mosse, “Boca de Luar”, de Carlos Drummond de Andrade, dentre outros.

Quem quiser entrar em contato com o projeto deve buscar pelo endereço no instagram: @marinho_associados.adv; ou por e-mail: marinhoassociadosadvogados@hotmail.com. A biblioteca solidária fica na Rua 16 de Março, nº 158, salas 1003/1004, no Centro. Durante a pandemia os horários de atendimento estão reduzidos com abertura toda terça e quinta-feira, de 12h às 16h.



Edição anterior (2135):
segunda-feira, 14 de setembro de 2020
Ed. 2135:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2135): segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Ed.2135:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior