Edição anterior (1846):
sábado, 30 de novembro de 2019
Ed. 1846:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1846): sábado, 30 de novembro de 2019

Ed.1846:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Black Friday movimenta 90% do comércio da cidade

Cidade ficou cheia durante todo o dia; data se tornou uma das principais promoções do ano

 

Lojas cheias e grande fluxo de pessoas nas calçadas: este foi o cenário das principais vias do Centro Histórico durante toda a sexta-feira. A tradicional Black Friday, que já se tornou uma das principais datas para o varejo em todo o país, foi novamente aproveitada pelo comércio da região central da cidade. De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), Marcelo Fiorini, o saldo foi  altamente positivo.

- Houve uma adesão maciça das lojas, a grande maioria realizou promoções. O resultado foi bem positivo. Eu não digo a totalidade, mas, certamente, mais de 90% das lojas da cidade colocaram itens e fizeram promoções para a data - disse Fiorini.

Apesar do grande fluxo de pessoas circulando pelas lojas e as polêmicas envolvendo possibilidade de fraudes, nenhuma loja foi autuada pelo Procon. O órgão de defesa do consumidor do município, que montou unidade móvel na Praça Alcindo Sodré (entre as ruas do Imperador e Paulo Barbosa), recebeu mais de 30 reclamações, mas os problemas foram solucionados na hora. As equipes do Procon estiveram nas Lojas Americanas do Centro e do Alto da Serra; e nas lojas do Extra do Quitandinha e do Alto da Serra - inclusive de madrugada, quando algumas lojas abriram excepcionalmente.  

“Atuamos durante toda a madrugada orientando os consumidores e evitamos irregularidades durante as compras, fazendo valer o Código de Defesa do Consumidor. Estamos praticamente com as equipes em tempo integral para atender as demandas por toda a cidade”, destacou o coordenador do Procon Petrópolis, Bernardo Sabrá.

“A ação teve um bom resultado, já que o órgão solucionou todas as demandas apresentadas pelos consumidores em tempo real. O objetivo de coibir cobranças extorsivas e evitar falsas propagandas foi alcançado fazendo prevalecer as regras que regem o Código de Defesa do Consumidor”, completou Sabrá. A equipe distribuiu cartilhas informativas com dicas de compras e orientou os consumidores sobre as regras durante a Black Friday.

Os agentes de fiscalização fizeram no início do mês um levantamento, nas lojas virtuais e físicas, dos preços dos produtos mais vendidos durante a Black Friday. O levantamento inicial dos produtos foi realizado em 10 estabelecimentos entre físicos e virtuais, catalogando mercadorias de modelos e marcas diferentes como: celular, televisão, tablete, fogão, geladeira e ventilador. O órgão criou um acervo de fotos e dados dos preços e produtos de cada loja pesquisada, assim facilitará a apuração de denúncias. O Procon fiscaliza o cumprimento da lei 8.078 no artigo 37, que dispõe sobre propaganda enganosa utilizada para induzir o consumidor a erro.

 



Edição anterior (1846):
sábado, 30 de novembro de 2019
Ed. 1846:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1846): sábado, 30 de novembro de 2019

Ed.1846:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior