Edição anterior (2292):
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021
Ed. 2292:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2292): quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Ed.2292:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Bolsonaro diz que vai zerar impostos federais no diesel e no gás de cozinha a partir de março

Presidente também afirmou que não pode interferir na política de preços dos combustíveis, mas alertou: "Alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias"

Fonte - GZH Economia
 
O presidente da República Jair Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo nas suas redes sociais nesta quinta-feira (18), que os impostos federais sobre o diesel serão zerados por dois meses a partir do dia 1º de março. No gás de cozinha, essa mudança seria por tempo indeterminado. 
Atualmente, o percentual dos impostos federais é de 9% do preço total do litro do diesel. No gás de cozinha, é de 3%. Segundo o presidente, os percentuais na gasolina são responsáveis por cerca de R$ 0,89 no preço da gasolina, e o governo também cogita reduzir este valor.
 Bolsonaro também afirmou que não irá interferir na política de preços da Petrobras, mas afirmou que "alguma coisa vai acontecer" na estatal nos próximos dias.
— Teve um aumento fora da curva na Petrobras. A bronca vem sempre pra cima de mim, mas a Petrobras tem autonomia. (...) O que foi decidido hoje: a partir de 1º de março, não haverá qualquer imposto federal no diesel por dois meses. Por que por dois meses? Porque vamos estudar uma maneira definitiva de zerar esse imposto no diesel. Até para ajudar a contrabalancear esse aumento excessivo da Petrobras, mas eu não posso interferir. Se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias — afirmou o presidente, acrescentando que "a partir de 1º de março, não haverá mais qualquer tributo federal sobre o gás de cozinha".

Bolsonaro também voltou a reclamar dos impostos estaduais e disse que a população deve ficar atenta a eventuais "fraudes" no abastecimento.
Nesta quinta, a Petrobras anunciou o quarto aumento de preços nas refinarias em 2021. No Rio Grande do Sul, será um aumento de 9,9% para a gasolina e de 14,7% para o litro do diesel. A gasolina passará para R$ 2,48, com alta de R$ 0,2262. Já o diesel subirá para R$ 2,58, com aumento de R$ 0,3305. Somando os ajustes, são quase 35% de alta da gasolina nas refinarias. 
"O alinhamento dos preços ao mercado internacional é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros refinadores, além da Petrobras. Este mesmo equilíbrio competitivo é responsável pelas reduções de preços quando a oferta cresce no mercado internacional, como ocorrido ao longo de 2020", disse o comunicado da estatal. 



Edição anterior (2292):
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021
Ed. 2292:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2292): quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Ed.2292:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior