Edição anterior (1552):
sábado, 09 de fevereiro de 2019
Ed. 1552:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1552): sábado, 09 de fevereiro de 2019

Ed.1552:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Bombeiros Civis serão acionados para abrirem os pontos de apoio da Defesa Civil

Grupo também será inserido na política pública de Defesa Civil nas Escolas e nas ações voluntárias


 Dois grupos de Bombeiros Civis - Águias de Resgata e GEDEN - serão incluídos nas ações de prevenção aos desastres de origem natural realizadas pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. Em uma reunião realizada nesta sexta-feira (08.02), na Sala de Cooperação da Defesa Civil, ficou determinada a participação das equipes na política pública de Defesa Civil nas Escolas, nas ações voluntárias promovidas pela pasta e no Plano Verão municipal. A principal novidade é o apoio dos Bombeiros Civis na abertura dos pontos de apoio do município em caso de chuvas fortes.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto – equivalente a 18% do município – e um déficit habitacional de 12 mil casas, o município segue trabalhando na prevenção aos desastres naturais. A colaboração dos Bombeiros Civis vai aperfeiçoar o sistema de pontos de apoio que servem de abrigo temporário para os moradores de áreas de risco do município. Desde o início da gestão do prefeito Bernardo Rossi, as ações e o investimento tem como foco a redução do risco de desastres.

“É fundamental que os pontos de apoio estejam abertos para atender a população no momento em que a sirene é acionada pela Defesa Civil. Com o apoio dos Bombeiros Civis, vamos garantir que o atendimento seja ainda melhor para os moradores. Estamos trabalhando em conjunto com a população da cidade para reduzirmos os riscos de desastres”, destaca o prefeito.

Na véspera de Natal do ano passado, a Defesa Civil acionou as sirenes nos bairros Duques, São Sebastião, 24 de Maio, JoãoXavier, Dr. Thouzet e Siméria, sendo necessário abrir os pontos de apoio de cada localidade. Os agentes operacionais permaneceram nos abrigos temporários por toda a madrugada esperando pelos moradores. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, o trabalho em parceria com os Bombeiros Civis vai beneficiar a população da cidade.

“Nossas ações se tornam ainda melhores com a participação dos Bombeiros Civis. Trabalhamos para reforçar junto aos moradores a importância das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme, destacando que os equipamentos são a melhor ferramenta de prevenção que o município possui. A organização dos pontos de apoio permite que a população permaneça em um local seguro até que se retorne à normalidade em uma situação de fortes chuvas”, explica Paulo Renato.

A representante do grupo Águias de Resgata, Cláudia Sandes, destacou a importância da parceria com a Defesa Civil. “Para a gente é importante estar próximo da Defesa Civil no atendimento aos moradores. O nosso trabalho voluntário tem o objetivo de melhorar a resposta junto à população em caso de ocorrências. Acreditamos no potencial da nossa equipe”, disse.

Petrópolis conta com 20 conjuntos de sirenes do Sistema de Alerta e Alarme em 12 comunidades: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. Todos os equipamentos estão funcionando perfeitamente. Os testes das sirenes são realizados mensalmente nos dias 10, às 10h, e 20, às 20h.



Edição anterior (1552):
sábado, 09 de fevereiro de 2019
Ed. 1552:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1552): sábado, 09 de fevereiro de 2019

Ed.1552:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior