Edição anterior (1546):
domingo, 03 de fevereiro de 2019
Ed. 1546:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1546): domingo, 03 de fevereiro de 2019

Ed.1546:

Compartilhe:

Voltar:


  Habitação

Cadastramento do Minha Casa Minha Vida continua pelos bairros

Assistentes sociais estarão em Corrêas, Estrada da Saudade e Alto da Serra

O cadastramento para moradia pelo programa Minha Casa Minha Vida continua durante o fim de semana. Neste sábado  (02.02) e domingo  (03.02), das 9h às 16h, os agentes da Assistência Social estão em Corrêas, na Estrada da Saudade e no Alto da Serra fazendo o chamamento das pessoas que moram em área de risco ou já tiveram suas moradias atingidas pelas chuvas. A intensificação dos atendimentos tem ajudado a orientar moradores, esclarecer dúvidas e registrar a população que ainda não apresentou a documentação.

A Secretaria de Assistência Social estendeu o prazo de cadastramento  até o dia 15 de fevereiro para que um maior número de pessoas consiga se inscrever no programa do governo federal, que vai garantir a construção de 1.028 unidades habitacionais em Petrópolis.  O município tem projetos aprovados para a construção de moradias para pessoas que residam em regiões de risco de novas ocorrências ou já perderam suas casas em desastres causados pelas chuvas. As pessoas que forem cadastradas terão os registros e o perfil social avaliado pela Caixa Econômica Federal e poderão receber um dos imóveis que serão construídos.

“Estamos buscando as pessoas diretamente nos bairros para garantir o cadastramento de quem vive em área de risco. É muito importante que as pessoas compareçam aos pontos de cadastramento. Pela primeira vez Petrópolis tem uma política habitacional consistente e vamos conseguir garantir moradias dignas para essa população” destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Entre as localidades onde serão construídas as novas moradias, estão as regiões de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 apartamentos.

Além dos pontos para o cadastramento no fim de semana, de segunda a sexta-feira os atendimentos continuam nos pontos fixos localizados no CRAS Centro, Rua Dr. Sá Earp, 39 (em frente a Águas do Imperador) e no Centro de Cidadania de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 11.860.

 A moradora do Bairro da Glória, a dona de casa, Maria Aparecida Furtado de Jesus, 57 anos, vive em área de risco desde março de 2018. Na ocasião,  houve deslizamento em parte do terreno que deixou sua casa em risco. Sem ter outro lugar para morar com a filha de 23 anos e a neta de 3, em dias de chuva, ela fica em alerta. “Quando chove fico nervosa, com medo de algo acontecer, de perder a minha casa. Eu não tenho como morar em outro lugar, coloco lona para proteger meu terreno. Meu sonho é ter um lugar para morar, para dormir sossegada ”, conta a dona de casa.

Assim como para muitas pessoas, para Maria Aparecida, a ação nos bairros ajudou para que ela conseguisse realizar o cadastramento. “Não tenho como ficar saindo de casa, tenho problemas de saúde e não tenho como gastar com transporte. Hoje ficou mais fácil e vou conseguir fazer o cadastramento”, conta a dona de casa, que vai voltar ao Cras Corrêas para concluir o atendimento.

Para a secretária de Assistência Social, Denise Quintella, a ação intensificada nos bairros tem contribuído no esclarecimento da população sobre como funciona o programa. “Esse trabalho tem ajudado a conhecer melhor essa população e estamos esclarecendo que se ela mora em área de risco, pode ter direito a um unidade habitacional,  sem custo nenhum para o morador” destaca a secretária.  

Até o dia 15 de fevereiro várias ações de chamamento da população serão  realizadas. Até este domingo (03.02) os atendimento se intensificam no Posto de Saúde do Alto da Serra, que fica na Rua Tereza, 2024;no Posto de Saúde Machado Fagundes, na Estrada da Saudade – Rua D. Paulo Hudge, 238 (perto da Fábrica do Saber); e no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Corrêas, na Rua Vigário Correa, 443 – Corrêas. 

Para se cadastrar é preciso apresentar documentos como Identidade, CPF e Certidão de Nascimento ou Casamento (adultos); comprovante de residência, como conta de luz, telefone e água; e Certidão de Nascimento, para as famílias que tenham menor de idade. Nos dias 9 e 10 de fevereiro, as equipes repetirão as ações nos bairros, se concentrando no Centro de Cidadania de Itaipava, na Igreja São Pedro em Pedro do Rio e no CEU da Posse.



Edição anterior (1546):
domingo, 03 de fevereiro de 2019
Ed. 1546:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1546): domingo, 03 de fevereiro de 2019

Ed.1546:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior