Edição anterior (1999):
sexta-feira, 01 de maio de 2020
Ed. 1999:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1999): sexta-feira, 01 de maio de 2020

Ed.1999:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

 

 

Cães da Guarda Civil ajudaram em investigação que levou PRF a apreensão de quase R$ 800 mil em SP

Dinheiro foi encontrado em carro que foi fiscalizado pela Polícia Rodoviária Federal após passar por Petrópolis

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na cidade de Jacareí (SP) quase R$ 800 mil em dinheiro sem origem comprovada que estavam escondidos em um carro. Essa operação realizada na quinta-feira (30.04) foi possível após a investigação ter acionado o Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil de Petrópolis no último fim de semana. Com a revista feita pelo canil, a PRF manteve suspeita de que esse automóvel poderia estar sendo usado pelo tráfico de drogas.

No último sábado (25.04), esse veículo foi abordado por agentes da PRF que faziam uma fiscalização na BR-040, próximo a um posto de combustíveis no km 70 da rodovia. O Grupamento de Operações com Cães foi acionado e, na revista, uma cadela da corporação de Petrópolis identificou a contaminação do veículo por drogas. Os agentes não encontram entorpecentes no automóvel, mas seguiram investigando.

Na quinta, o veículo foi identificado na Via Dutra (trafegando em direção à cidade de São Paulo) e foi novamente abordado. Os agentes do Grupo de Patrulhamento Tático da PRF em Jacareí perceberam a adulteração do painel do automóvel e fizeram uma nova busca no carro. Dessa vez, foram encontrados dezenas maços de dinheiro, totalizando R$ 779 mil.

“O comportamento da cadela de detecção na hora da revista indicou que aquele veículo teve contato com entorpecentes. Por isso que, apesar de não ter sido encontrado nada naquela inspeção, a suspeita foi mantida, a investigação continuou. Depois disso, o veículo foi encontrado novamente, aí já na Via Dutra, foi feita busca novamente e o dinheiro, pego no Rio, tinha sido escondido no painel”, explica o coordenador técnico do Grupamento de Ações com Cães, Leandro Lopes.

O motorista e o passageiro foram presos por não comprovar a origem do montante de dinheiro. Eles confessaram que pegaram o dinheiro na cidade do Rio de Janeiro e que o valor era referente a um pagamento de um carregamento de cigarros e eletrônicos, material vindo do Paraguai.

“O canil tem um papel extremamente importante na segurança, não só na cidade, mas como mostra esse caso, também em outros locais. Nós temos os cães que fazem o trabalho de detecção de drogas, que atuam para proteção em público, sempre com um serviço de excelência e sendo decisivo para a segurança pública. E essa atuação continua, mesmo nesse momento de pandemia, deixando um sinal claro: todos os órgãos de segurança seguem com o trabalho intenso e articulado para impedir a criminalidade”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.



Edição anterior (1999):
sexta-feira, 01 de maio de 2020
Ed. 1999:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1999): sexta-feira, 01 de maio de 2020

Ed.1999:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior