Edição anterior (1758):
terça-feira, 03 de setembro de 2019
Ed. 1758:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1758): terça-feira, 03 de setembro de 2019

Ed.1758:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Calçadas ocupadas por veículos na União e Indústria

Pedestres solicitam colocação de placa ou intensificação da fiscalização pela localidade

Antônio Reuther

 

A passagem de pedestres na Estrada União e Indústria, na altura no número 2.101, é extremamente prejudicada. O problema acontece por conta do estacionamento irregular, que já atormenta os moradores da localidade há bastante tempo e é motivo de reclamações e solicitações ao poder público.

-Essa parte da calçada, está servindo de estacionamento há muito tempo. Acontece todo dia e ninguém respeita ninguém. Tem um senhor que mora por aqui e anda de muletas. Ele, assim como qualquer pedestre que passa pela região, precisa andar no meio da rua. É muito perigoso. São carros e caminhões. Fica sem nenhum lugar para passar. É um absurdo – informou o morador Anderson Ferreira dos Santos.

Anderson ainda comentou que a ausência de fiscalização colabora para a continuidade do problema. A população vem solicitando a colocação de uma placa para que o problema se encerre de vez.

-A CPTrans parece que não está nem aí. Não se vê ninguém do órgão fiscalizando a área e isso só estimula as pessoas a continuarem realizando a irregularidade. Ocupa a calçada inteira. Se não querem aumentar a fiscalização, que coloquem uma placa para ver se resolve, pois está insuportável. Não sei se a placa iria impedir a irregularidade, mas, pelo menos, é uma tentativa – contou.

Vale lembrar que o Diário produziu uma matéria a respeito do caso, no início de agosto, mas as reclamações dos moradores ainda continuam acontecendo, na mesma proporção, o que deixa a entender que nenhuma medida foi tomada.

A CPTrans disse que vai intensificar a fiscalização no local apontado. Vale lembrar que, quem estaciona em local proibido está sujeito a multa grave de R$ 195,23 – no caso de ser em vagas para idosos e deficientes, o infrator deve desembolsar R$ 293,47, multa gravíssima e que rende 7 pontos na carteira.



Edição anterior (1758):
terça-feira, 03 de setembro de 2019
Ed. 1758:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1758): terça-feira, 03 de setembro de 2019

Ed.1758:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior