Edição anterior (1583):
terça-feira, 12 de março de 2019
Ed. 1583:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1583): terça-feira, 12 de março de 2019

Ed.1583:

Compartilhe:

Voltar:


  Segurança

Câmeras do Ciop ajudam em investigação de quadrilha presa por “saidinha de banco”


 O Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) contribuiu na investigação que prendeu três pessoas acusadas de aplicar o golpe da “saidinha de banco” em Itaipava. As imagens de duas câmeras ajudaram a identificar o veículo utilizado pela quadrilha, o que permitiu o avanço no trabalho que levou a 106ª Delegacia de Polícia a cumprir os mandados de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal.

“Mais uma vez as câmeras ajudam a prender uma quadrilha responsável por golpes em Petrópolis, mostrando novamente a importância que a central de monitoramento tem para a cidade. Já foram feitas prisões de quadrilhas responsáveis por assaltos na cidade, veículo furtado de uma concessionária que foi recuperado, casos de falsas comunicações de crimes. E cada vez mais esse sistema vai contribuir para a segurança do município”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Há cerca de um mês, policiais da 106ª DP receberam a informação sobre o modelo e cor do carro utilizado pela quadrilha. As imagens das câmeras conseguiram confirmar a identificação do veículo e a movimentação no dia e horário aproximado de uma das denúncias do golpe.

A quadrilha abordava idosos depois que as vítimas realizam saques em bancos. O bando simulava ter perdido objetos pessoais nas agências e pediam que os idosos voltassem ao local para ajudar a recuperar esses pertences – até ofereciam recompensas. Enquanto isso, tomariam conta dos objetos pessoais das vítimas. Porém, quando elas entravam na agência, os criminosos fugiam com o dinheiro que havia sido sacado.

De acordo com a 106ª DP, a quadrilha é de Nilópolis e já havia feito vítimas em outras cidades do interior do estado. Duas mulheres, de 53 e 54 anos, e um homem de 57 foram presos com a apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-040 quando vinham para Petrópolis. Eles vão responder por estelionato e associação criminosa. O homem também tinha outro mandado de prisão expedido pela Comarca de Duque de Caxias, onde foi condenado também por estelionato. Um quarto integrante da quadrilha está sendo procurado.

O carro identificado com as imagens do Ciop foi apreendido com sinais de adulteração. Nele foram encontrados cartões de bancos de vítimas, depósitos falsos e documentos utilizados para a prática do golpe.

O Ciop conta com 56 câmeras espalhadas em 46 locais diferentes é utilizada tanto por forças de segurança – Guarda Civil, Polícia Militar e delegacias –, quanto pela CPTrans, Defesa Civil e Bombeiros. Apenas no ano passado, as imagens ajudaram na prisão quadrilhas responsáveis por assaltos a residências em Itaipava e Pedro do Rio, a um estabelecimento comercial no Retiro, a postos de gasolinas na cidade e também para recuperar um veículo roubado na Cel. Veiga. Também ajudou a descobrir três falsas comunicações de crimes (casos de estelionatos).

Em fevereiro, o monitoramento contribuiu para a prisão de um suspeito por assalto a uma joalheria e outros dois homens também por assalto a um bar, ambos no Centro. Além disso, ajudou a localizar o acusado por disparar um tiro em um ônibus.

 



Edição anterior (1583):
terça-feira, 12 de março de 2019
Ed. 1583:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1583): terça-feira, 12 de março de 2019

Ed.1583:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior