Edição anterior (1521):
quarta-feira, 09 de janeiro de 2019
Ed. 1521:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1521): quarta-feira, 09 de janeiro de 2019

Ed.1521:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Carro da Comdep é flagrado estacionado irregularmente

Mesmo cometendo infração, veículo foi o único no entorno da Praça 14 Bis a não ser multado

João Vitor Brum - joaovitor@diariodepetropolis.com.br

 

Estacionamento irregular se tornou um problema comum nas ruas de Petrópolis, em todos os distritos. Em algumas localidades, a passagem de veículos de grande porte é prejudicada, assim como saídas de garagens. Entretanto, o problema se tornou ainda maior desde o início do Natal Imperial, que começou no dia 30 de novembro e será encerrado no próximo dia 20. Em volta de locais de maior movimento são encontrados veículos parados irregularmente, e, no último fim de semana, um carro da Comdep foi registrado em fila dupla, em local proibido, na Praça 14 Bis, uma infração considerada de natureza grave.

O Diário já noticiou, em inúmeras ocasiões, transtornos causados por veículos estacionados irregularmente, em diversos pontos da cidade. No Centro, entretanto, é onde o problema se torna mais evidente.

Com maior fluxo de carros, o trânsito se tornou mais intenso e a quantidade de vagas acaba sendo proporcionalmente menor, principalmente no Centro Histórico. Aliando o fluxo intenso à falta de fiscalização, aumentou também o número de carros estacionados irregularmente.

No último sábado (5), inúmeros carros foram registrados parados no entorno da Praça 14 Bis, local proibido. Entre eles, estava, em fila dupla, um veículo a serviço da Comdep. Neste caso, a fiscalização se mostrou eficiente, mas seletiva: todos os veículos parados no local possuíam adesivos de notificação de multa em suas janelas dianteiras, menos o da Companhia.

A infração é considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro, para casos de estacionamento irregular e em fila dupla, gerando cinco pontos na Carteira de Habilitação. Em casos de estacionamento sobre ilhas, refúgios ou canteiros, a multa é de R$ 195,23, além da remoção do veículo. Para fila dupla, a tarifa é de R$ 127,69.

A Comdep respondeu, por meio da Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura, que o veículo estava à serviço da Companhia no momento para distribuição de lanches dos funcionários que atuam na varrição de ruas no período noturno.

Atuação de flanelinhas em áreas de rotativo gera confusão

Outro problema evidenciado nesta época é a atuação de flanelinhas, principalmente no Centro. A situação causa confusão entre turistas, que muitas vezes dão dinheiro aos flanelinhas por não saber do estacionamento rotativo, e acabam recebendo multa administrativa da Sinal Park, responsável pelo serviço.

Pela falta de fiscalização e presença de poucos operadores, principalmente no período noturno, muitos turistas deixam a cidade frustrados com a situação, que só pode ser resolvida na sede da Sinal Park, o que dificulta a resolução quando o problema acontece em fins de semana, quando o fluxo de turistas aumenta. Em alguns casos, o motorista paga duas vezes, uma para o flanelinha e outra para os operadores.

No rotativo, o valor mínimo a ser pago é R$ 1,25, para a área branca, e R$ 1,75, na área azul. São 1.739 vagas do tipo na cidade, distribuídas em 52 ruas do Centro, Alto da Serra, Bingen, Valparaíso e Corrêas.

Sobre flanelinhas, a administração que "cabe lembrar que o policiamento ostensivo é de responsabilidade da Polícia Militar. No entanto, a Guarda Civil mantém atuação para coibir a presença de flanelinhas pela cidade. A corporação mantém a Ronda Turística, que tem como rotas os principais atrativos do município. No entanto, o combate aos flanelinhas é prejudicada pela falta de registro por parte da vítima na delegacia. A Guarda Civil já chegou a deter flanelinhas, mas para a prisão ser efetuada, é necessário que a vítima acompanhe os agentes à delegacia, o que, em geral, não ocorre."



Edição anterior (1521):
quarta-feira, 09 de janeiro de 2019
Ed. 1521:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1521): quarta-feira, 09 de janeiro de 2019

Ed.1521:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior