Edição anterior (2409):
terça-feira, 15 de junho de 2021
Ed. 2409:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2409): terça-feira, 15 de junho de 2021

Ed.2409:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Centenário: Moradores cobram serviços básicos e solução para rua que cedeu há mais de um ano

Priscila Torquato – especial para o Diário

 

Desviar do mato alto, andar no escuro à noite e encarar ruas esburacadas tem sido a rotina dos moradores da Rua Pedro Stumpf, no Bingen. Sem manutenção de alguns serviços, quem mora na localidade ou precisa acessar o local reclama.

“É muito buraco por aqui. Para chegar até a Pedro Stumpf, você vem da rua principal, Paulo Hervé e vira para Henrique Raffard, ao lado do posto. Ali na curva o chão está desnivelado. Outro dia um paralelo soltou e quase atingiu um motociclista. Um perigo”,  explica Carolina Balbino, moradora.

Além dos problemas com a falta de capina e iluminação pública, desde janeiro de 2020 que os moradores lidam com uma situação ainda pior. Depois de uma chuva forte, quase metade da rua cedeu. O local foi interditado e proibiram o tráfego de veículos pesados pelo local, incluindo o transporte público.

“Há mais de um ano que os moradores de algumas ruas aqui, e que usam a linha de ônibus Centenário, estão desassistidos. O ônibus faz outro itinerário, com duas rotas, não passa em algumas localidades e ainda ficou com horários muito espaçados. Muito tem que subir a pé. Um transtorno para muita gente”,relata.

A rua que já apresentava problemas estruturais não suportou o volume de chuva e desmoronou. Na época da ocorrência, houve a interdição parcial da via e apenas reparos emergenciais foram feitos. Agora os moradores contam que ela continua cedendo e eles temem que algo pior aconteça.

“No mês seguinte ao incidente, um carro de passeio caiu no buraco. Está muito perigoso. Quando chove não passamos por aqui por medo. Aí temos que dar uma volta de pouco mais de 10 minutos para chegar em casa. Isso porque a rua que tem pouco mais de 100 metros está nessa situação”, conta Carolina.

Em nota, a Secretaria de Obras informou que “já realizou um estudo de recuperação do trecho da Rua Pedro Stumpf Sobrinho, que depende de disponibilidade orçamentária para que seja executado. Já a Rua Henrique Raffard está incluída no cronograma de manutenção viária da secretaria e deve sofrer intervenção em breve.”

 



Edição anterior (2409):
terça-feira, 15 de junho de 2021
Ed. 2409:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2409): terça-feira, 15 de junho de 2021

Ed.2409:

Compartilhe:

Voltar: