Edição anterior (2196):
sábado, 14 de novembro de 2020
Ed. 2196:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2196): sábado, 14 de novembro de 2020

Ed.2196:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Centro Municipal de Ortopedia: 730 atendimentos em 30 dias

Unidade iniciou mutirão de atendimentos esta semana

Jaqueline Ribeiro – especial para o Diário  

 

 

Inaugurado em julho, para oferecer atendimento especializado, com a criação de um ambulatório de artrose, voltado para o cuidado de joelhos, ombros, coluna, quadris e traumas ortopédicos, o Centro Municipal de Ortopedia vem desafogando o atendimento a quem precisa de tratamento especializado. Em 30 dias, 730 pacientes foram atendidos e avaliados pelas equipes médicas na unidade. Atualmente dois médicos ortopedistas trabalham no local em esquema de revezamento entre os turnos da manhã e tarde. Para reduzir a demanda reprimida por conta da pandemia de covid-19, esta semana a Secretaria de Saúde deu início ao mutirão de atendimentos no CMO. Na quinta-feira (12/11) foram atendidos pacientes que esperavam por reagendamento de procedimentos. Das 13h às 18h, foram realizadas 50 consultas ortopédicas, 10 exames de ultrassom, 10 punções de tireóide e 10 avaliações de riscos cirúrgicos.

- Nosso Centro Municipal de Ortopedia é uma grande referência na saúde da cidade. Em apenas três meses de funcionamento, os profissionais da unidade conseguiram, praticamente, zerar uma fila de espera de mais de 6 mil pessoas que aguardavam pelos atendimentos, que precisaram ser paralisados pelos decretos contra a pandemia. O local é amplo, organizado e possui o que existe de mais moderno no setor – avalia a secretária de Saúde Fabíola Heck.

De acordo com a prefeitura, a demanda para os atendimentos de ortopedia eletivos, assim como em outras especialidades, se formou nos últimos seis meses (entre março e setembro) uma vez que todos os procedimentos precisaram ser suspensos devido as medidas de segurança adotadas para o enfrentamento a COVID-19 na cidade. 

De um total de 6.500 pacientes que tiveram procedimentos desmarcados neste período, mais de 6 mil já foram atendidos na unidade e vêm recebendo a atenção necessária por parte da equipe médica especializada do CMO. A Secretaria lembra que no primeiro momento o Centro Municipal de Ortopedia não abriu novas agendas, para que todos os pacientes que esperavam pelas consultas e exames tivessem prioridade nos atendimentos.

Para isso a unidade vem entrando em contato com todos os pacientes agendados para remarcar o comparecimento aos procedimentos. A unidade mantém a capacidade ainda em 30% devido às medidas de segurança sanitária impostas para que seja evitada a disseminação da COVID-19 no município. Após a normalização, a capacidade de atendimento será ampliada e o Centro Municipal de Ortopedia deverá atender cerca de 4 mil pacientes por mês.

A estrutura do Centro Municipal de Ortopedia conta com salas de gesso, três consultórios e sala de procedimentos, além de ser o único local de tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a realizar procedimentos com ácido hialurônico, possibilitando melhora importante aos quadros graves e evitando procedimentos cirúrgicos em casos mais simples. O CMO funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

A Secretaria de Saúde informou ainda que os novos atendimentos já tiveram início , mas para que os usuários consigam realizar seus agendamentos e procedimentos, é necessário o encaminhamento.  – Para isso o paciente deve receber o encaminhamento feito pelos médicos dos postos de saúde e do setor de emergência da ortopedia, que atualmente  está funcionando no HAC – orienta a secretária de Saúde Fabiola Heck.



Edição anterior (2196):
sábado, 14 de novembro de 2020
Ed. 2196:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2196): sábado, 14 de novembro de 2020

Ed.2196:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior