Edição anterior (1658):
domingo, 26 de maio de 2019
Ed. 1658:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1658): domingo, 26 de maio de 2019

Ed.1658:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Choque de Ordem com Guarda, Posturas e PM garante o cumprimento do fechamento de bares à meia noite

 

O fechamento de bares à meia-noite foi garantido em mais ação de Choque Ordem realizada pela Guarda Civil, Fiscalização de Posturas e Polícia Militar entre a noite deste sábado (25) e madrugada de domingo (26). A ação visa assegurar o cumprimento da determinação da prefeitura sobre o limite de encerramento  dos estabelecimentos em ruas como a 13 de Maio. Foram mobilizados 26 agentes, com apoio de 12 viaturas.

O trabalho teve início às 22h e se estendeu até 01h. Primeiro, os agentes da Guarda Civil e os fiscais de Posturas foram em todos os bares e estabelecimentos comerciais sobre a instrução normativa das secretarias de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) e de Fazenda. O mesmo foi feito na Rua Nelson de Sá Earp, com tempo suficiente para todos procederem com o fechamento do funcionamento. 

“O fechamento dos bares é uma medida necessária diante dos episódios de brigas e confusões, que colocam em risco a vida de quem frequenta esses locais, algo que não podemos admitir”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Durante o Choque de Ordem, foram aplicadas quatro multas por estacionamento irregular sobre ponto de ônibus. Alguns estabelecimentos também foram notificados antes do horário de fechamento por som em volume alto, que foi acatada imediatamente.

A medida foi tomada após novo episódio de confusões na Rua 13 de Maio, na madrugada de sábado (25.05). Na ocasião, por volta de 4h15 um homem embriagado e sem habilitação atropelou uma pessoa, o que desencadeou uma briga generalizada naquele momento. Ele foi levado para a 105ª DP e o caso está sendo investigado, inclusive com imagens do Centro Integrado de Operações de Petrópolis.

A Prefeitura também está pedindo à PM intensificação do policiamento após horário de fechamento dos bares quando grupos se mantém nas ruas consumindo bebidas alcóolicas e promovendo desordem. 

A medida iniciada neste sábado também vale para os estabelecimentos da Rua Nelson de Sá Earp. Os agentes foram ao local e orientaram os donos dos bares sobre o fechamento.

Funcionário de um desses bares, Felipe Costa atribui as confusões a pessoas que não consomem nesses estabelecimentos. Para ele, essa situação atrapalha o comércio local e, por isso, entende que a medida adotada agora é uma forma de estabelecer um limite e garantir a ordem pública.

“Esses problemas são fruto de uma baderna que vem de fora, e não de quem está nos bares. Isso atrapalha todo mundo, porque o cliente vê essa situação na calçada e não vem para o bar. Então eu concordo que essa medida tem que ser tomada mesmo. Eu fico triste por ter que fechar essa hora, é o meu trabalho e isso me prejudica, mas infelizmente algumas pessoas não respeitam. Tem que estabelecer um limite para depois ver como fica”, diz ele.



Edição anterior (1658):
domingo, 26 de maio de 2019
Ed. 1658:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1658): domingo, 26 de maio de 2019

Ed.1658:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior