Edição anterior (1666):
segunda-feira, 03 de junho de 2019
Ed. 1666:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1666): segunda-feira, 03 de junho de 2019

Ed.1666:

Compartilhe:

Voltar:


  Chuvas

Chuva alega ruas no Centro e destelha uma casa na Bartolomeu de Gusmão

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou o destelhamento de uma casa na Rua Bartolomeu de Gusmão, no Centro. Uma equipe de primeiro atendimento foi deslocada para o local, mas ninguém ficou ferido. A chegada de uma frente fria causou a forte chuva que atingiu as regiões do Quitandinha e Centro, elevando o nível dos Rio Quitandinha e Palatinato, provocou alagamentos de vias em diferentes pontos da cidade. As ruas Caldas Viana e Visconde de Souza Franco, no Centro, e Alynthor Werneck, no Alto da Serra, ficaram alagadas.

No Pronto Socorro Leônidas Sampaio, foi registrada a entrada de água por uma porta lateral . O atendimento aos pacientes, no entanto, não foi interrompido e nem prejudicado.  A situação foi controlada e os atendimentos seguem sendo realizados normalmente pela equipe plantonista.
O maior índice pluviométrico está registrado no Centro, com 53 milímetros de chuva nas últimas horas. Na rua João Xavier, no mesmo período, o acumulado foi de 23 milímetros. Neste momento, a Defesa Civil está em estado de vigilância. No entanto, devido a instabilidade do tempo, todo o contingente de 55 agentes permanece de prontidão para atender aos chamados dos moradores.

“É importante que os moradores que vivem em áreas de risco tenham atenção redobrada, já que existe a previsão de mais chuva para hoje. A população deve ligar para o 199 e informar caso haja alguma ocorrência”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, reforçando que o contingente permanece de plantão 24h para realizar os atendimentos a população.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos. Os institutos de pesquisa indicam que existe a pequena possibilidade de chuva para o domingo. 

“No entanto, peço aos moradores que permaneçam atentos. A chuva desta noite foi bastante significativa e os acumulados começam a preocupar. Em caso de ocorrência, nossa equipe está preparada para atender a população”, reforça o secretário.



Edição anterior (1666):
segunda-feira, 03 de junho de 2019
Ed. 1666:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1666): segunda-feira, 03 de junho de 2019

Ed.1666:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior