Edição anterior (1551):
sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019
Ed. 1551:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1551): sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019

Ed.1551:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Chuva causa deslizamento de terra no Independência e casa é interditada

A chuva que caiu na cidade entre a noite de quarta-feira e madrugada de ontem causou estragos no Bairro Mauá, no Independência. Uma casa localizada na Rua Edgar Assunção está interditada e moradores foram abrigados na casa de parentes. No local estava sendo realizada uma obra irregular, embargada pela Prefeitura há cerca de uma semana.

Ninguém se feriu, mas por conta do afundamento da via, o trecho está em meia pista. O imóvel, uma construção de dois andares, fica abaixo do nível da rua e moradores foram pegos de surpresa, por volta das 2h, com o deslizamento de terra. O fornecimento de água chegou a ser interrompido, sendo normalizado no fim da manhã.

No Centro da cidade, na Rua Dom Pedro I, uma árvore caiu e também deixou o trânsito parcialmente interrompido.

Em boletim enviado à imprensa, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias informou que interditou três imóveis na Rua Edgar Assunção, no Alto Independência, em virtude do afundamento da via causado pela chuva da madrugada desta quinta-feira (07.02). Os técnicos também solicitaram que a Secretaria de Obras faça uma canaleta para que a água da chuva não escorra para o local do deslizamento. Sete pessoas estão desalojadas e foram orientadas a permanecer na casa de parentes. Uma equipe da Secretaria de Assistência Social foi ao local cadastrar as famílias e prestar os atendimentos necessários. 

O maior índice de chuva registrado nas últimas 24h está no Dr. Thouzet com 36 milímetros. Na Estrada do Gentio, em Itaipava, choveu 35 milímetros no mesmo período. A Defesa Civil municipal permanece em estágio de atenção e todo o contingente de 55 agentes permanece de plantão, em virtude de uma frente fria que mantém o tempo instável em todo o Estado do Rio de Janeiro até o próximo domingo (10.02).

O secretário da pasta, coronel Paulo Renato Vaz, disse que os responsáveis pelos pontos de apoio estão de alerta caso seja necessário receber os moradores. É importante que a população ligue para o número de emergência da Defesa Civil em caso de ocorrências.

“Os moradores devem ligar para o 199 e informar caso tenham alguma ocorrência. É fundamental que a população que vive em áreas de risco tenha atenção redobrada. Os nossos agentes estão preparados e de prontidão para atender aos chamados da população”, explica o secretário. 

Todos os 20 conjuntos de sirene da Prefeitura de Petrópolis estão funcionando perfeitamente, mas não houve a necessidade de serem acionados nesta madrugada. Os equipamentos são ligados segundo critérios técnicos do setor de engenharia da Defesa Civil.



Edição anterior (1551):
sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019
Ed. 1551:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1551): sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019

Ed.1551:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior