Edição anterior (1820):
segunda-feira, 04 de novembro de 2019
Ed. 1820:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1820): segunda-feira, 04 de novembro de 2019

Ed.1820:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade
 

Cidade mais visitada por estrangeiros depois da capital, Petrópolis quer aumentar fluxo de 115 mil turistas internacionais por ano

Calendário de eventos inclui atrações culturais, de lazer e gastronomia


             Categoria máxima do turismo nacional, classe A do Ministério do Turismo, cidade mais visitada por estrangeiros depois da capital, com mais de 115 mil visitantes por ano, Petrópolis quer atrair mais turistas internacionais com um forte calendário de eventos que une belezas naturais, cultura, história, lazer e sabores. Um desses itens é o Petrópolis Gourmet que apresenta a alta gastronomia em um festival que une preços convidativos e pratos especiais. Em sua 19ª edição, de 06 a 17 de novembro em 43 restaurantes e também nas ruas da cidade, o Petrópolis Gourmet celebra as cozinhas da Itália, Alemanha e Portugal, reverenciando as raízes dos colonizadores da Cidade Imperial.  No período do evento, a cidade vai receber 20 mil pessoas e a rede hoteleira já registra 80% de ocupação nos finais de semana do evento.

            O charme da Serra Carioca aliado ao forte apelo cultural e histórico impresso na ‘marca’ Cidade Imperial  tem atraído visitantes europeus e asiáticos, além dos mais próximos, da América Latina.  Sendo categoria máxima do turismo nacional com o Ministério do Turismo divulgando a cidade internacional, Petrópolis quer estar preparada para receber mais gente.  São 118 meios de hospedagem que somam 6.335 leitos. Petrópolis vem aumentando o fluxo de turistas a cada ano e já soma mais de 2 milhões de visitantes a cada 12 meses.

 Mais de 4,3 mil pratos especiais 

        

“Estrategicamente, Petrópolis quer que o visitante permaneça mais tempo na cidade e um calendário diversificado, de qualidade, faz com que o turista aproveite mais Petrópolis como um destino a ser desfrutado em toda a sua plenitude, com mais calma e mais dias na Serra”, afirma Samir El Ghaoui, presidente do Petrópolis Convention e Visitors Bureau, organizador do evento.

            O bem receber o visitante está intimamente ligado à boa mesa e o Petrópolis Gourmet, em sua 19ª edição, se consolida como o evento que dá ainda mais visibilidade a todos os sabores que se encontra na Cidade Imperial. E, na economia, o festival é de dar água na boca: em 12 dias vai movimentar mais de R$ 4,3 milhões considerando o movimento dos 43 restaurantes participantes e a rede hoteleira recebendo visitantes especificamente para o festival. Em quase duas décadas, o Petrópolis Gourmet já recebeu mais de 300 mil pessoas e está entre os oito maiores eventos gastronômicos do país.

            A ocupação hoteleira na cidade vai crescer  em função do festival, de acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Alfredo Lopes. “Um calendário de eventos forte é estratégico para o interior do estado e vital para a economia dos municípios, gerando incremento de até 30% na ocupação hoteleira”, prospecta. A ocupação, nos finais de semana, chega a 80% da rede hoteleira somando 5,5 mil leitos fazendo uma época considerada de baixa temporada a cidade estar cheia e com evento de qualidade.

            Mais de 4,3 mil pratos especiais – com preços diferenciados– serão servidos em 12 dias de festival. E as opções são para todos os gostos, com valores a partir de R$ 48,50.

* A pesquisa foi realizada Associação dos Embaixadores do Rio de Janeiro e o Portal Consultoria em Turismo, com apoio da Fundação Cesgranrio e entrevistou 1.000 turistas internacionais na capital entre 5 e 25 de julho de 2019.
 


 



Edição anterior (1820):
segunda-feira, 04 de novembro de 2019
Ed. 1820:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1820): segunda-feira, 04 de novembro de 2019

Ed.1820:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior