Edição anterior (1956):
quinta-feira, 19 de março de 2020
Ed. 1956:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1956): quinta-feira, 19 de março de 2020

Ed.1956:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade
 

Cinco estabelecimentos flagrados pela Polícia Civil cobrando preços abusivos por máscaras e álcool em gel

Comerciantes podem ser autuados por crime contra a economia popular

Policiais das duas delegacias da cidade, Procon – RJ e peritos do  Posto Regional de Perícia Técnico-Científica (PRPTC), se uniram, ontem de manhã, em uma operação para verificar denúncias da venda de álcool em gel e máscaras de proteção por valores muito acima do mercado. Apenas no período da manhã, 25 estabelecimentos comerciais foram visitados e cinco deles foram flagrados praticando preços abusivos.

De acordo com a delegada Juliana Ziehe, titular da 105ª DP (Retiro), supermercados e farmácias foram os principais alvos da operação, que aconteceu de forma simultânea em toda a cidade. Uma farmácia na região dos distritos e uma loja de produtos hospitalares em um bairro do município estão entre os cinco estabelecimentos flagrados cometendo a irregularidade.

“O fato configura crime contra a economia popular. Toda a documentação, como notas fiscais, por exemplo, estão sendo analisadas. Queremos saber se os preços abusivos estão sendo praticados pelos fornecedores ou pelos próprios comerciantes, para que o autor seja responsabilizado”, explica a delegada. A pena para quem pratica esse tipo de crime é de detenção, de seis meses a dois anos, e pagamento de multa.

A operação, segundo a delegada, foi desencadeada por conta da situação do novo Coronavírus. Havia denúncias de que os produtos estão sendo comercializados por preços abusivos em alguns comércios. Na ação, os policiais constataram que a média de lucro é de 40% e em alguns lugares subiu para 200%. Os agentes estavam identificando os comerciantes e solicitando que eles comprovassem que não estão aumentando arbitrariamente os lucros.

A delegada Juliana Ziehe avisa que a operação será permanente e vai acontecer em dias e horários alternados.



Edição anterior (1956):
quinta-feira, 19 de março de 2020
Ed. 1956:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1956): quinta-feira, 19 de março de 2020

Ed.1956:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior