Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Comércio tem boa expectativa para Dia das Mães

Pesquisa nacional aponta crescimento de 3,8% em relação a 2018

Wellington Daniel


 A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou um estudo com previsão que o Dia das Mães deste ano tenha um aumento de 3,8% no volume de vendas em comparação ao mesmo período de 2018. A estimativa já desconta a inflação e aponta ainda que será o terceiro aumento consecutivo do faturamento real. A movimentação financeira deve fechar em R$ 9,7 bilhões em todo país.

Com todos estes resultados, a contratação temporária no cenário nacional também deve ser a maior em quatro anos, com 22,1 mil vagas criadas. Segundo a CNC, a principal razão para os resultados é o comportamento dos preços. A alta do dólar, com acumulado de 7% nos últimos 12 meses, também é uma explicação da Confederação.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), Marcelo Fiorini, concorda com a pesquisa do CNC. Ele diz que o movimento no último final de semana ainda foi tímido, mas acredita que nestes próximos dias haja um aumento substancial. Já no caso dos temporários, Fiorini diz que, na cidade, eles são contratados apenas para o Natal.

- Estamos num momento, de certa forma, com o comércio um pouco retraído ainda. Viemos de anos ruins e agora, gradativamente, o consumidor começa a ter mais otimismo e gastar um pouco melhor. Aqui na cidade ainda não sentimos a venda para o dia das mães, o movimento ainda foi tímido neste último final de semana. Mas acredito que nos próximos dias haja um aumento substancial. Lembrando que o dia das mães é sempre a segunda melhor data para o comércio, só perdendo para o Natal – afirmou.

A CNC aponta também que, em todo o Brasil, devem se destacar os segmentos de perfumaria e cosméticos, vestuário, calçados e acessórios com crescimentos acima de 10%. Já as livrarias e papelarias deverão registrar perda média de 21%.



Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior