Edição anterior (1622):
sábado, 20 de abril de 2019
Ed. 1622:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1622): sábado, 20 de abril de 2019

Ed.1622:

Compartilhe:

Voltar:


  Política

Comissão para fiscalizar preço dos combustíveis 

 

A vereadora Gilda Beatriz afirmou a necessidade da atuação do poder legislativo sobre o tema. Atualmente a cidade tem o terceiro maior preço de combustíveis no Estado

Na última sessão plenária da Câmara Municipal de Petrópolis, na quarta-feira (17/04), a vereadora Gilda Beatriz (MDB) defendeu a criação de uma comissão especial para investigar o preço dos combustíveis na cidade. Segundo a parlamentar, o objetivo será pensar em soluções para os consumidores petropolitanos que estão sendo afetados por preços abusivos.

“São inúmeras reclamações em relação aos valores nos postos de gasolina. Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o nosso município tem o terceiro combustível mais caro em todo o Estado do Rio de Janeiro. Estou vendo a possibilidade jurídica da Câmara atuar, através de uma comissão especial.”, defendeu Gilda.

A parlamentar ainda afirma a importância de valores equilibrados para a economia municipal e afirma que a fiscalização dos preços não será uma ação contra os donos dos postos, mas será uma forma de agir para que os consumidores não sejam lesados.

“Quem sabe, ao analisarmos o quanto os postos da cidade pagam no combustível, podemos ter uma noção melhor do que está acontecendo. É preciso nos unirmos para defender os interesses dos consumidores petropolitanos.”, completou.

Segundo a ANP, o preço médio da gasolina comum no município fica em torno de R$ 4,89 a R$ 5,29. Enquanto cidades como Teresópolis e Nova Friburgo, em fevereiro deste ano, estavam com o valor de combustível com média de R$ 4,62. No mesmo período, a cidade de Petrópolis estava com média de R$ 5,01.

“Por que nosso combustível é tão caro comparado aos nosso vizinhos? Precisamos pensar em soluções para os consumidores petropolitanos.”, completou Gilda.

A parlamentar afirmou que está verificando, junto ao setor jurídico do Poder Legislativo, a possibilidade legal da constituição da comissão especial.

 



Edição anterior (1622):
sábado, 20 de abril de 2019
Ed. 1622:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1622): sábado, 20 de abril de 2019

Ed.1622:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior