Edição anterior (1683):
quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ed. 1683:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1683): quinta-feira, 20 de junho de 2019

Ed.1683:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Complexo com apart-hotel, centro comercial e cinemas entra em fase final

Empreendimento terá 776 vagas de estacionamento e prevê instalação de Centro de Convenções

Em 2020, Petrópolis vai ganhar um complexo com centro de convenções, apart-hotel, lojas, salas comerciais, salas de cinema e estacionamento, com previsão de instalação de um centro de convenções, que atende a uma demanda antiga do setor empresarial da cidade. Serão 3 mil empregos diretos quando o empreendimento – Shopping Petrópolis -  no Centro Histórico, iniciar seu funcionamento. A obra, que está em fase final, tem hoje 200 operários trabalhando e segue em ritmo intenso.

“Modernidade e funcionalidade além da geração de empregos. É um empreendimento de ponta, com uma arquitetura diferenciada e estrutura adequada à preservação do Centro Histórico”, classifica o prefeito Bernardo Rossi que visitou a obra nesta quarta-feira (19.06). 

Com 60 mil metros quadrados o empreendimento, instalado na Rua Marechal Deodoro, é um complexo com áreas integradas que unem um apart-hotel com 60 quartos, 113 salas comerciais, 128 lojas, praça de alimentação, cinco salas de cinema -  com capacidade para mil pessoas.

O empreendimento se destaca pela arquitetura diferenciada, com a valorização de áreas ao ar livre.  “Parte das salas, por exemplo, têm terraços e os espaços são muito bem elaborados e todas as áreas integradas. É um empreendimento diferente de tudo que existe na cidade e até mesmo no país”, frisa o arquiteto Rodrigo Simão, um dos responsáveis pelo empreendimento.

O espaço, no Centro Histórico, buscou harmonização e preservação. O local funcionou como um colégio durante décadas, com área sendo aproveitada de forma funcional. “Tudo foi projetado com o objetivo de oferecer na cidade uma gama de atividades e serviços em um único lugar, um espaço moderno e diferenciado”, completa Rodrigo Simão.

Ele destaca ainda as vagas de estacionamento, como diferencial. “O uso do Centro Histórico em um ambiente que vai trazer muitas pessoas requer estrutura e estacionamento é essencial”, afirma. O objetivo, de acordo com o arquiteto é começar a comercializar os espaços no ano que vem, prazo em que as obras estarão em fase de conclusão. 

 



Edição anterior (1683):
quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ed. 1683:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1683): quinta-feira, 20 de junho de 2019

Ed.1683:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior