Edição anterior (2018):
quarta-feira, 20 de maio de 2020
Ed. 2018:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2018): quarta-feira, 20 de maio de 2020

Ed.2018:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade
 

Consumo de água tem aumento durante pandemia em Petrópolis

De acordo com Águas do Imperador, elevação foi de 2,4% no período

Wellington Daniel/Foto divulgação

O consumo de água pelo petropolitano aumentou 2,4% durante o período de pandemia de covid-19. É o que diz a concessionária Águas do Imperador. A empresa também tem participado, desde o dia 22 de março, das higienizações que ocorrem pela cidade e aponta dados que mais de 600 quilômetros de ruas já receberam a ação, com 1 milhão de litros de solução de hipoclorito de sódio aplicados.

A Águas do Imperador orienta que, para o consumidor tenha uma economia neste período, verifique vazamentos em suas instalações internadas, como descargas e torneiras. Além disso, que haja um consumo consciente da água, evitando lavar carros e calçadas.

Serviços

Além da higienização, que segundo a empresa foi acrescida à rotina, também continuam as obras da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Araras. Todas as unidades de tratamento de água e esgoto também operam normalmente. Novas ligações e manutenções da rede também mantém os trabalhos. Para o atendimento ao público, a empresa disponibilizou os canais digitais e também o telefone: 0800-742-0422.

Cortes por inadimplência

Desde março, dois decretos, um estadual e outro municipal, proíbe o corte de água e tratamento de esgoto por inadimplência. Questionada sobre isso, a empresa disse que segue o decreto municipal e não efetua cortes neste período. Também apontou que sentiu uma queda na arrecadação, devido a estas medidas.

A medida municipal vale até o dia 7 de junho. Também não permite que clientes da concessionária tenham cadastro em restrições de crédito por inadimplência. De acordo com a Prefeitura, as medidas foram tomadas após conversas com a Águas do Imperador.

Além disso, o decreto também prevê que famílias com acesso a tarifa social ficarão isentas de pagamento no mesmo período. A medida é para garantir que as pessoas tenham acesso a correta higienização das mãos, apontada como forma uma das formas de prevenção da covid-19.



Edição anterior (2018):
quarta-feira, 20 de maio de 2020
Ed. 2018:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2018): quarta-feira, 20 de maio de 2020

Ed.2018:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior