Edição anterior (2159):
quinta-feira, 08 de outubro de 2020
Ed. 2159:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2159): quinta-feira, 08 de outubro de 2020

Ed.2159:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Covid-19: infectologista alerta  população a não abandonar cuidados

Testagem reduziu taxa de letalidade mas município registra mais  mortes

Jaqueline Ribeiro - especial para o Diário

Diante de um cenário que ainda aponta para um tendência acelerada em relação ao  número de  mortes por covid-19, neste início de outubro,  o infectologista Luiz Henrique Castrioto alerta para a importância da população manter as medidas de prevenção que vem sendo repetidas exaustivamente nos últimos meses. Desde o primeiro óbito em 20 de março, 242 petropolitanos já morreram vitimas da covid-19 na cidade. Somente em setembro, 58 óbitos foram registrados - o maior número de casos desde o início da pandemia. Dados divulgados nos primeiros dias de outubro mostram que o município contabilizou nove mortes em cinco dias.  Apesar disso, com a testagem em massa da população iniciada em agosto, a taxa de letalidade,  que chegou a 9,2% no início de junho - quase o dobro da média nacional na época - caiu e hoje está em 3,73% - ainda acima da média nacional de 2,97%.  

- Vimos a taxa de letalidade cair desde agosto, uma vez que a testagem foi ampliada e o número de casos confirmados aumentou. Apesar disso,  o número de mortes contabilizadas em setembro aumentou, se comparado a maio, que até então era o mês com mais mortes registradas - 46 óbitos .  A análise das semanas epidemiológicas aponta que o número de casos aumentou entre a segunda quinzena de agosto e a primeira quinzena de setembro, o que coincide com  o período de aumento de circulação de pessoas e com a liberação dos ônibus intermunicipais. A situação está controlada na cidade. As pessoas precisam retomar suas atividades, mas é importante que mantenham os cuidados  de prevenção, pois o vírus continua circulando - pontua o infectololista.

Dados do portal de monitoramento de casos de covid-19 da Secretaria de Saúde mostram que na semana epidemiológica 33ª - período entre 9 e 15 de agosto -  o município teve 373 novos casos confirmados e registrava uma taxa de contágio de 2,1; na semana seguinte, entre 16  e 22 de agosto, 549 novos casos foram contabilizados; e no período seguinte, entre 23 e 29 de agosto, 588 novos casos foram contabilizados.  Em relação às mortes o período mais critico foi registrado entre os dias 13 e 19 de setembro quando 16 pessoas morreram vitimas de covid-19.

- As pessoas não podem esquecer que a situação continua sendo a mesma do início da pandemia. A covid-19 continua sendo uma doença para a qual ainda não há vacina ou medicação específica, portanto as pessoas devem manter as medidas de prevenção: evitar aglomerações, usar máscara sempre que sair de casa, usar álcool gel, lavar as mãos com água e sabão, enfim,  continuar com todas as medidas de higiene reforçadas - pontua o infectologista Luiz Henrique Castrioto.

Boletim divulgado pela Secretaria de Saúde no fim da tarde de quarta-feira (07.10) aponta que em Petrópolis  65.221 testes foram realizados, entre testes rápidos e PCR. O município registra 7.106 casos positivos para covid-19 e teve 5.043 pacientes recuperados. Na tarde de ontem, 49 pacientes permaneciam internados - 23 deles em leitos de UTI e 26 em leitos de clínica médica.



Edição anterior (2159):
quinta-feira, 08 de outubro de 2020
Ed. 2159:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2159): quinta-feira, 08 de outubro de 2020

Ed.2159:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior