Edição anterior (2252):
sábado, 09 de janeiro de 2021
Ed. 2252:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2252): sábado, 09 de janeiro de 2021

Ed.2252:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Covid-19: Quitandinha tem 32 novas confirmações em seis dias

Em toda a cidade, foram 461 novos casos do dia 1 ao dia 7 e 31 mortes

Wellington Daniel

 

A primeira semana de 2021 já teve aumento de casos de covid-19 em Petrópolis. No bairro Quitandinha, por exemplo, foram 32 novos casos confirmados em apenas seis dias, o maior aumento em números absolutos. Em média, foram mais de cinco confirmações por dia. A comparação é feita a partir dos dados da Secretaria Municipal de Saúde dos dias 1 e 7 de janeiro.

Em números percentuais, o aumento foi de 4,7%, de 681 casos confirmados desde o início da pandemia no primeiro dia do ano para 713 na última quinta-feira. O bairro também contabiliza 22 mortes por covid-19, uma a mais que na semana passada. Até o fechamento, os números de ontem (08) não estavam disponíveis.

Em toda a cidade, os números também apontam para um avanço da doença. Foram 461 casos e 31 confirmações de mortes em uma semana. As médias diárias ficaram em 76,83 e 5,16, respectivamente. De acordo com a Prefeitura, destes 31 óbitos, 23 ocorreram em dezembro, sete em janeiro e um em novembro. A situação faz com que o governo interino emitisse um alerta a população na quinta-feira.

- Nossa principal preocupação é a capacidade de atendimento da rede que depende não só de estruturas físicas, mas também de um número elevado de profissionais capacitados para o atendimento – afirmou o secretário de saúde Aloísio Barbosa da Silva Filho na ocasião.

Desde o início da pandemia, a cidade contabilizava 12.633 casos positivos até a quinta-feira. Este número é 3,8% a mais que o do dia 1, quando o boletim 12.172 casos. Petrópolis também se aproximava da triste marca de 400 vidas ceifadas pela covid-19, com 396 óbitos, 8,5% a mais que no primeiro dia do ano, quando a cidade entrou em 2021 contabilizando 365 mortes.

Óbitos

Dentre esses 31 óbitos, algumas localidades se destacaram. O Centro, por exemplo, registra o maior acumulado de mortes, com 36 casos. Nesta semana, foram três novas inclusões de óbitos de moradores do bairro, a mesma quantidade de Cascatinha (total de 11) e Castelânea (total de 13).

Pelo boletim de quinta-feira (08), são, pelo menos, 55 bairros com registros de mortes pela doença. Além do Centro, a covid-19 matou mais em Corrêas (34 vítimas), Alto da Serra (31), Quitandinha (22) e Itaipava (18).

Aumentos percentuais

Outros bairros tiveram um destaque no aumento percentual de casos. Foi o caso, por exemplo, da Posse. Por lá, a alta foi de 6,3%, indo de 269 para 286. Também são contabilizadas nove mortes, o mesmo número da semana passada. Após, vem o Retiro, com 5,4%. Os casos no bairro subiram de 352 para 371 no período e assim como a Posse, confirma nove mortes.

10 bairros com maiores registros de casos confirmados em 07/01

1 - Centro:

1104

2 - Corrêas:

926

3 - Quitandinha:

713

4 - Itaipava:

670

5 - Alto da Serra:

596

6 - Mosela:

538

7 - Independência:

378

8 - Cascatinha:

372

9 - Retiro:

371

10 - Estrada da Saudade:

349

 



Edição anterior (2252):
sábado, 09 de janeiro de 2021
Ed. 2252:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2252): sábado, 09 de janeiro de 2021

Ed.2252:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior