Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Covid: PMP terá de explicar aos MPs divergência na contabilização de testes

Dados apresentados somam 11.531 testes feitos, mas boletim aponta 1.848

Jaqueline Ribeiro - Especial para o Diário

Os Ministérios Públicos Federal e Estadual estão cobrando explicações ao município em relação à contabilização de testes para diagnóstico de covid-19 na cidade, que apresentam divergências. Dados apresentados pela Secretaria de Saúde em reunião com as representantes dos MPs na quarta-feira (24.06) apontam que até 19 de junho 11.531 testes foram realizados na cidade - considerando testes dos tipos "rápido" e "PCR" realizados em unidades das redes pública e privada. O número informado na reunião é mais de cinco vezes maior do que o que vem sendo divulgado diariamente pela prefeitura em boletim diário de casos e no painel covid-19. No mesmo dia 19, as informações públicas da prefeitura  indicavam que no total 1.848 testes haviam sido realizados na cidade.

Durante a reunião por videoconferência, realizada com a procuradora da República Vanessa Seguezzi e a promotora de Justiça de Tutela Coletiva, Vanessa Katz, o município informou que até 19 de junho  foram realizados na rede pública 1.914 testes rápidos e 1.923 testes PCR.  representantes da prefeitura  informaram  ainda que o Laboratório de Correas realizou 2.718 testes PCR e 4.976 testes rápidos, pela rede privada, totalizando 7.694 testes realizados somente no Laboratório de Correas. Um total de 11.531 testes já realizado, considerando dados das redes pública e privada.

Os MPs  requisitaram que o município apresente em um prazo de cinco dias, esclarecimento acerca do quantitativo de testes realizados pelo Laboratório de Corrêas, informando se todos os casos positivos foram notificados ao Estado. A prefeitura terá de enviar ainda cópia da nota técnica do Ministério da Saúde acerca dos testes RT PCR. Procuradora e promotora requisitaram ainda as notas fiscais dos testes rápidos adquiridos pelo município.

Questionados em relação ao monitoramento de casos os representantes da Secretaria de Saúde informaram que a Central de Telemonitoramento  está em funcionamento desde 17 de junho e que a ficha de notificação foi adequada para que paciente informe outros contactantes além da família. Foi informado ainda que a ficha de notificação também já passou a incluir a informação sobre a raça do paciente. Os MPs requisitaram então que a  a prefeitura informe quantas pessoas já foram contactadas pela Central de Telemonitoramento, esclarecendo as medidas adotadas em relação aos casos.

Participaram da reunião o procurador Geral do Município, Sebastião Medici, a secretária de Saúde,  Fabíola Heck, o procurador da Secretaria de Saúde,  Anderson Garcia, a chefe do setor de Epidemiologia do município, Elisabeth Cavalcanti Wildberger e as  funcionárias da Secretaria de Saúde,  Fátima Cristina Periquito Coelho e José Roberto de Assumpção Pereira. Uma nova reunião para tratar de assuntos referentes às medidas para enfrentamento ao coronavírus no Município será realizada na semana que vem.

 



Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior