Edição anterior (1675):
quarta-feira, 12 de junho de 2019
Ed. 1675:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1675): quarta-feira, 12 de junho de 2019

Ed.1675:

Compartilhe:

Voltar:


  Segurança

Criação do Fundo Municipal de Segurança é destacado no Comsep

 

Reivindicação antiga do Conselho Municipal de Segurança Pública, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública é considerada como “fundamental” para poder equipar e dar maior estrutura de trabalho para a Guarda Civil. O projeto de lei que trata do assunto foi debatido na reunião do Comsep realizada na noite de segunda-feira (10.06), na Casa dos Conselhos.

O envio do projeto de lei para a Câmara foi anunciado na última semana pelo prefeito Bernardo Rossi. O Fundo Municipal de Segurança Pública será o mecanismo que permitirá a captação de recursos federais para aquisição de equipamentos e desenvolvimento de projetos da Guarda Civil.

"Com o Fundo, vamos poder bater na porta do governo federal com os nossos projetos e teremos mais facilidade para obter esses recursos, porque são verbas já voltadas para área da segurança através do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública)", ressaltou o presidente do Comsep e comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Com o Fundo criado, a Guarda poderá apresentar projetos para aquisição de uniformes, viaturas, equipamentos de proteção individual (como capacetes para os agentes que se deslocam de moto), de comunicação (como rádios), entre outros tipos. Além disso, a corporação possui projetos para reestruturação do Parque Natural Padre Quinha (cuidado pelo Grupamento Ambiental da GC) e criação do Sistema de Guarda Comunitária Móvel, que pretende apresentar ao governo federal e poder desenvolvê-los.

“É fundamental, uma bela iniciativa. Existe verba para segurança pública e o município precisa se habilitar para receber esses recursos. A Guarda tem que se equipar, tem que estar preparada para o trabalho nas ruas”, afirmou o presidente do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), Guilherme Lacombe.

Outro ponto abordado foi o esquema de segurança preparado para o período da 30ª Bauernfest, que começa na próxima sexta (14.06) e se encerra no dia 30. A Guarda Civil vai mobilizar cerca de 30 homens por dia. O esquema de segurança ainda vai contar com o canil, o ônibus de videomonitoramento e o uso das câmeras do Ciop, tanto em diferentes pontos do Centro quanto no circuito entre os palcos da Festa e as entradas da cidade – Bingen e Quitandinha.

“Nós vamos atuar em diferentes pontos dentro do Palácio de Cristal e no entorno para o patrulhamento preventivo, orientação do trânsito, apoio à fiscalização de Posturas e para garantir as vagas destinadas para ônibus de turismo”, explicou Calomeni.

Um terceiro assunto debatido na reunião foi o trabalho do choque de ordem. Para o presidente do CCS, esse um trabalho que dá sequência ao serviço de fiscalização no município.

“As ações de choque de ordem são importantes dentro de um trabalho de contínua fiscalização que é necessária. É fundamental manter a presença da Guarda e de todos os órgãos que promovem ações de ordem, e também tem que aumentar o policiamento. Nesse sentido, nós temos um papel importante de lutar para que o efetivo das forças de segurança possa aumentar na nossa cidade”, disse Lacombe.

O major José Zeumo Maciel Junior representou o 26º Batalhão da Polícia Militar durante a reunião do Conselho Municipal de Segurança Pública.



Edição anterior (1675):
quarta-feira, 12 de junho de 2019
Ed. 1675:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1675): quarta-feira, 12 de junho de 2019

Ed.1675:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior