Edição anterior (2411):
quinta-feira, 17 de junho de 2021
Ed. 2411:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2411): quinta-feira, 17 de junho de 2021

Ed.2411:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Defensoria Pública conta com atendimento por aplicativo. Petrópolis tem 2.882 pessoas cadastradas

Roberta Müller – especial para o Diário

Em um mundo cada vez mais digital – especialmente neste período de pandemia -, a busca pelos mais diversos atendimentos online tem se tornado corriqueiro, até mesmo para a assistência e orientação jurídica prestados pela Defensoria Pública. No estado, o órgão criou um aplicativo (Defensoria RJ) para serviços como agendamento de atendimentos remotos e presenciais, encaminhamento de documentações, consulta, entre outros. Em Petrópolis, 2.882 pessoas já se cadastraram no aplicativo e 1.797 deles estão verificados.

          De acordo com a Defensoria, de 1º de janeiro até esta terça-feira (15), foram realizados em Petrópolis 152 agendamentos, 75 encaminhamentos de urgência e 2.352 atendimentos. Os assuntos mais agendados são: réu condenado (129), divorcio consensual (32) e alimento para filhos (31). Já os assuntos mais atendidos foram: alimentos para filhos (398), saúde pública - internação/transferência/cirurgia (308); e execução de alimentos em que o processo tramita em outra comarca (182).

O aplicativo também pode ser utilizado para remarcação e cancelamento de agendamentos; interação entre os usuários e a Defensoria; além de acompanhamento e informações  sobre processos, intimações e ações ajuizadas pelo órgão. A Defensoria atua auxiliando pessoas que não possuem condições financeiras de pagar as despesas de assistência e orientação jurídica. Além disto, promove a defesa dos direitos humanos, direitos individuais e coletivos e de grupos em situação vulnerável.

 

Como usar o aplicativo

Com o aplicativo instalado, a primeira coisa a fazer é se cadastrar com nome, e-mail, CPF e endereço, além da criação de senha de acesso. Caso já tenha sido atendido pela Defensoria, parte dessas informações serão preenchidas automaticamente pelo banco de dados da instituição. Depois, será necessário que o assistido faça a verificação de identidade enviando uma foto e um documento de identificação como RG ou CNH.

Depois da validação, o sistema pedirá confirmação para saber se o assistido é dono do celular, se tem acesso a internet e se pode receber o atendimento remoto. Após as respostas, o assistido poderá ser atendido diretamente pelo app. Para o primeiro contato entre a pessoa e a Defensoria basta clicar na aba “marcar atendimento”, onde haverá um campo solicitando a descrição do caso. As informações serão analisadas por inteligência artificial preparada para compreender a forma que o assistido se expressa, ou seja, sem juridiquês. A partir deste ponto, o assistido será direcionado para as três opções que mais se encaixam no perfil da demanda apresentada.

O aplicativo da Defensoria pode ser utilizado para atendimento em todo o Estado do Rio. O link para download está disponível no site da Defensoria: https://www.defensoria.rj.def.br/Institucional/app-defensoria-rj. O download e todo o serviço é gratuito.

 



Edição anterior (2411):
quinta-feira, 17 de junho de 2021
Ed. 2411:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2411): quinta-feira, 17 de junho de 2021

Ed.2411:

Compartilhe:

Voltar: