Edição anterior (2052):
terça-feira, 23 de junho de 2020
Ed. 2052:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2052): terça-feira, 23 de junho de 2020

Ed.2052:

Compartilhe:

Voltar:


  Educação

Departamento de Ensino Fundamental fortalece as Rodas de Conversa Remota

Encontros online com profissionais da rede municipal de Educação

Para aproximar os profissionais que atuam na rede municipal, tirar suas dúvidas e ouvir as sugestões, enquanto as aulas continuam suspensas na rede municipal de Educação, devido as ações de prevenção ao coronavírus, a Secretaria de Educação continua realizando periodicamente as Rodas de Conversas Remotas – Movimento de Escuta. A ação, do Departamento de Ensino Fundamental, tem contado com a participação de professores e gestores das unidades da rede.

“O movimento foi criado para que possamos junto com os demais profissionais da rede, falar sobre os desafios, aflições e colher as ideias e as sugestões de ações que poderão nos ajudar a pensar no ensino no período pós-pandemia. Ainda não temos previsão de retorno do atendimento na rede municipal, mas, precisamos estar próximos dos profissionais que atuam na nossa rede”, explicou a secretária de Educação, Marcia Palma.

A última roda contou com a participação da professora Marta Relvas – membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento. Na ocasião, Marta refletiu como o cérebro vivência as mudanças em um contexto diferenciado como a pandemia e fortaleceu a importância da resiliência nesse momento tão delicado.

“Nosso cérebro necessita aprender em situações mais complexas. Precisamos nos preparar para retornar para uma escola mais humanizada e isto necessitará de um movimento de escuta dos nossos pares, equipe da escola e das crianças.  Nosso cérebro é tão cognitivo quanto emocional e não existe aprendizagem que não passe pelas emoções”, disse Marta.

Marta Relvas ressaltou, ainda a importância de se manter o vínculo entre alunos e escola e também o trabalho realizado através do “Educa em Casa”.

“O espaço escolar proporciona o convívio com o outro e com as escolas fechadas é necessário manter o vínculo de alguma forma. Fiquei impressionada com a proposta do site Educa em Casa. Muito além dos conteúdos, o site é um espaço motivador. Com atividades de investigação, propostas lúdicas e preocupação socioemocional, o espaço é convidativo e fortalece os vínculos que precisam ser mantidos”, acrescentou Marta.

O próximo encontro do movimento de Escuta será realizado no dia 26 de junho com as equipes gestoras das escolas.

 “Também estamos realizando o movimento de escuta com os professores regentes. Mais uma forma de nos aproximarmos dos profissionais, escutar os seus anseios, tirar as dúvidas e explicar como os estudos acerca da educação estão sendo realizados pela equipe técnica da Secretaria de Educação”, explicou a chefe do Departamento de Ensino Fundamental, Gloria Maria Vargas.



Edição anterior (2052):
terça-feira, 23 de junho de 2020
Ed. 2052:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2052): terça-feira, 23 de junho de 2020

Ed.2052:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior